Moradores da Serra do Rabo se desmobilizam do S11D e dão prazo para Vale

Segundo a associação dos moradores, caso a mineradora Vale não se manifeste até o final de semana, será feita uma manifestação que "ficará marcada na história de Canaã dos Carajás".
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Foto: Da Associação, obtidas pelo Portal Canaã
Foto: Da Associação, obtidas pelo Portal Canaã

Os produtores rurais, membros da Associação das Famílias dos Produtores Rurais da Gleba Buriti na Serra do Rabo, que estavam acampados até o dia de hoje(17) próximo a portaria do projeto S11D, declaram que se desmobilizarão nesta manhã, porém com pautas definidas.

Segundo a associação dos moradores, em 13 e 14 de Fevereiro, foi solicitada uma reunião com a mineradora Vale, da qual não se posicionou, mesmo tendo confirmado recebimento.

A Associação deu um prazo para a mineradora “resolver amigavelmente” a situação. Vale tem até o final desta semana (21). Caso não se manifeste, será realizada uma grande manifestação no dia 1 de Março.

Mas é a última chance que a VALE tem para resolver amigavelmente a questão do PARNA dos Campos Ferruginosos, SOMENTE ATÉ O FINAL DESTA SEMANA.

Segundo a Associação, a manifestação ficará marcada na história de Canaã dos Carajás e da VALE.

Tal Manifestação ficará marcada na história de Canaã dos Carajás e da VALE como uma demonstração de que quem manda no Município de Canaã dos Carajás não é a VALE, mas, o povo que fundou essa cidade e que hoje sofrem com os desmandos desta Empresa.

A única declaração da Vale foi no primeiro dia de bloqueio da Linha Ferro Carajás, onde disseram “que apoiará o ICMBio nas indenizações referentes aos direitos que o ICMBio apurar nos processos individuais de desapropriação dos ocupantes do Parque Nacional dos Campos Ferruginosos. 

Veja também:  Coronavírus no Pará: 74 casos permanecem em análise, 1 confirmado

Veja fotos da manhã desta segunda-feira(17), obtidas pelo Portal Canaã:

Parque Nacional dos Campos Ferruginosos, ao Lado, projetos da mineradora Vale / Arte: Jorge Clésio/Portal Canaã / Imagem: Google Earth

Acompanhe o Caso

Na quarta-feira (5), os produtores realizaram o bloqueio da linha de ferro, onde foram ordenados a desobstruir as vias, pela justiça.

Na quinta-feira(6),  o advogado, que representam as famílias lançou um desabafo sobre a situação.

Na sexta-feira(7), juiz nega a prisão de produtores a pedido da Vale, por reconhecer que não houve crime ao continuarem acampados, próximo a portaria do S11D.

Dia 13, um dos manifestantes é multado pelo ICMbio em R$20.

Hoje (17), acontece a desmobilização do produtores rurais, que prometem voltar de (01/03), caso não haja solução.

Produtores mobilizados em área pública, próximo a portaria do projeto S11D.

 

Em nota, a mineradora informou que a Vale e o ICMBio procedem os trâmites finais para formalização e assinatura de acordo de cooperação técnica entre o órgão ambiental e a empresa. O acordo representará a primeira etapa para o início do processo de regularização fundiária no Parque Nacional dos Campos Ferruginosos, sob a coordenação do ICMBIO. A Vale permanecerá apoiando o órgão nas indenizações devidas e continua comprometida com a resolução da questão.

Uma resposta

  1. Sou PR.ANDRE,moro em Canaã dos Carajás a 12 anos.Solidarizo com a lutas de vocês e apoio totalmente.
    Estou em Palmas a 5 dias tenho um pequeno negócio aqui.
    Faltando 70 kilometros de Palmas sofri um acidente,mas já estou recuperado.
    E

Deixe uma resposta

+ Sobre