Violência Doméstica: Maioria das vítimas são jovens, negras de baixa renda e sem escolaridade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

A violência doméstica infelizmente é um dos crimes que atinge milhares de pessoas em todo o mundo. No Brasil mesmo depois de sancionada a Lei 11. 340 Maria da Penha, em agosto de 2006, cujo objetivo é punir e erradicar rigorosamente os agressores, coibindo de todas as formas de discriminação contra as mulheres, mesmo assim, esse tipo de crime ainda perpetua.

Em Marabá, sudeste do Pará, a Central do Disque Denúncia por meio do DD Mulher traçou o perfil dos agressores nos casos de crimes de violência contra mulher, onde foi constatado que a maioria das vítimas, trata-se de mulheres jovens e negras de baixa renda e que mal possuem ensino fundamental completo.

74,09% dos crimes são praticados na própria residência da vítima, 97,27% da violência vêm do Próprio companheiro, 56,36% das vítimas têm filhos que também são agredidos.

81,81% das vítimas sofrem Violência Física, 51,81 Violência Verbal, 11,36 Cárcere, 31,36% Ameaças, 3,18% Violência Sexual. Além de praticar o ato, 51,81% dos agressores consomem algum tipo de bebida alcoólica ou faz uso de drogas, 35,45% dos crimes acontecem no período noturno, 57,27% dos agressores não se importam em praticá-los na presença de outras pessoas.

A maioria das agressões são por socos, empurrões, chutes, estrangulamentos, arma branca ou arma de fogo.

Como Denunciar

A Coordenadora da Central em Marabá, Hellen Araujo, pede a ajuda da população que continue denunciando, através do Disque Denúncia Sudeste do Pará (94) 3312-3350, (94) 3346-2250 (Parauapebas – PA), ou pelo aplicativo Whatsapp (94) 98198-3350.

“A violência doméstica, é, sobretudo, um problema intrafamiliar, como um agravante de saúde pública, uma vez, que se gasta dinheiro público em tratamento dessas vítimas da violência, é um crime que atinge os aspectos físicos, emocionais e sexuais da mulher, tornando feridas difíceis de serem cicatrizadas, nos ajude a ajudar você, denuncie”, finalizou, Hellen.

Diga não à violência contra Mulher, Denuncie Anonimato Garantido!

Disque Denúncia Sudeste do Pará
(94) 3312-3350/ (94) 3346-2250
Whatsapp: (94) 98198-3350

ASCOM/Disque Denúncia Sudeste do Pará



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas