Só em 2018, S11D exportou mais de R$10 bilhões explorados em Canaã dos Carajás

A compensação de Canaã dos Carajás foi de R$177 milhões
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Recentemente, o projeto S11D da Vale, em Canaã dos Carajás, atingiu 59,4 milhões de toneladas de minério de ferro em 2018, um aumento de 214% em relação aos 18,9 milhões de toneladas do ano anterior. As exportações foram de US$2,87 bilhões, que convertidos em real chega a mais de R$10,5 bilhões, um aumento de 229% em relação aos US$873 milhões do ano anterior.

A mina foi colocada em operação em dezembro de 2016 e exportada oficialmente o minério de ferro em janeiro de 2017.

Em maio, a Vale esperava que a produção de minério de ferro fosse de 58 milhões de toneladas em 2018, acima da previsão de 50 a 55 milhões de toneladas no final de 2017.

Em todo o 2018, Canaã dos Carajás recebeu R$177 milhões em compensação pela exploração dos minérios em seu solo, o popular royalties da mineração.

A produção deverá ser de 70-80 milhões de toneladas em 2019 e 90 milhões de toneladas/ano até 2020.

Em 5 de dezembro de 2018, a Vale confirmou que vai investir US$770 milhões para expandir a mina.

Portal Canaã

  Exposição Amazônia Fragmentada ficará aberta à visitação até 9 de julho



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Uma resposta em “Só em 2018, S11D exportou mais de R$10 bilhões explorados em Canaã dos Carajás”

Deixe uma resposta

Ofertas