Walmart passou a valer US$20 bi a menos, em 20 minutos

Previsão ruim de vendas e lucros para os próximos anos fez ações da gigante do varejo despencarem nesta quarta-feira
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Previsão ruim de vendas e lucros para os próximos anos fez ações da gigante do varejo despencarem nesta quarta-feira.

Bastaram 20 minutos para a rede varejista americana Walmart perder cerca de 20 bilhões de dólares em valor de mercado. A companhia apresentou nesta quarta-feira uma projeção de vendas e lucros para os próximos anos muito pior do que a esperada por investidores e analistas.

Segundo a empresa, seus lucros devem cair entre 6% e 12% no ano fiscal que se encerra em janeiro de 2017 nos Estados Unidos, em contraste com a projeção de aumento de 4% feita por analistas ouvidos feita pela agência Bloomberg. Bastou o anúncio da previsão de queda para que as ações da empresa despencassem 9,9% no fim da manhã, seu maior declínio desde fevereiro de 2000. Os papéis fecharam o dia com queda de 10,04%. Antes da queda, o valor de mercado da companhia era de 237 bilhões de dólares. No fim do dia, o valor passou a menos de 214 bilhões de dólares.

O Walmart tem investido no e-commerce para tentar dar um gás em suas vendas, cujo crescimento está perto da estagnação. Além disso, o grupo aumentou a base salarial de seus funcionários nos Estados Unidos, decisão com efeito direto sobre a projeção de lucros.

No Brasil, o Walmart tem mais de 540 lojas e faturou 29,6 bilhões de reais em 2014, o que fez dele o terceiro maior varejista do país, atrás apenas de Pão de Açúcar e Carrefour. Nos últimos dois anos, a empresa fechou 25 lojas no país, mas, em meados de 2015, retomou, a partir do Nordeste, a abertura de novas unidades.

Deixe uma resposta

+ Sobre