Nesta segunda-feira (15) o 3º sargento do Exército, Daniel Dedablio Poczwardowski, de 29 anos, morreu por volta do meio-dia, durante um treinamento denominado Estágio de Caçador Militar, realizado pelo 52º Batalhão de Infantaria de Selva (52 BIS), em Marabá. Outros quatro militares também passaram mal durante o mesmo treinamento.

O Comando da 23ª Brigada de Infantaria de Selva informou que, além do sargento Poczwardowski, outros quatro militares se sentiram mal e tiveram de ser medicados no Hospital de Guarnição de Marabá, mas estavam em condições estáveis.

Após perícias realizadas pelo Instituto Médico Legal de Marabá, as causas de morte ainda não foram apontadas. Segundo o chefe de comunicação do Exército, Major Flávio Prazeres, um inquérito deve apurar as causas do óbito e deve ser concluído no prazo de 30 dias.

O exército não informou que atividade específica estava sendo desenvolvida quando os cinco militares passaram mal. O estágio de treinamento, iniciado na semana passada, ocorre uma vez ao ano e deveria durar 14 dias.

Na mesma nota, o comando lamenta profundamente a morte do sargento, que “sentiu-se mal e, após receber os primeiros socorros no local da instrução, foi evacuado para o Hospital de Guarnição de Marabá, onde não resistiu e faleceu.”

“O Comando da 23ª Brigada de Infantaria de Selva está proporcionando todo o apoio necessário à família do 3º sargento Poczwardowski”, diz trecho da nota oficial.

No Exército desde 2009, sargento Poczwardowski também integrou o último contingente de Marabá que participou da Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (MINUSTAH), no ano de 2014.

Marabá Notícias e G1