Sueli Sam, a mulher acusada de matar o marido descumpre prisão domiciliar e é presa em Canaã dos Carajás

Foto: Portal Canaã

Aos 32 anos, Sueli Sam Trindade Borges voltou para trás das grades após descumprimento da prisão preventiva domiciliar. A prisão em flagrante ocorreu nesta terça-feira, 23, após as autoridades policiais de Canaã dos Carajás tomarem conhecimento de que a mulher havia deixado as dependências de sua residência, que nesse caso, seria o seu estabelecimento prisional, localizada no Bairro Novo Horizonte.

A polícia se dirigiu até o local e constatou o crime e de imediato, realizou a recaptura de Sueli. A mulher foi levada para uma das celas de transição da delegacia de Polícia Civil onde aguarda decisão da justiça.

Sueli, foi presa pela primeira vez no dia 13 de agosto do ano passado, após ser apontada durante investigação policial como a principal suspeita do assassinato do seu marido, o pecuarista Jadir Leal Souto, de 77 anos. O crime ocorreu na fazenda do casal localizada na Zona Rural do município de Água Azul do Norte.

O processo tramita no Fórum de Xinguara onde, alguns meses após a prisão preventiva, a acusada pediu a conversão para domiciliar. O favorecimento ocorreu devido a um dependente da mesma ainda ser menor de idade.
Diante do descumprimento de uma ordem judicial, Sueli Sam Trindade Borges, pode perder o benefício.

Mais notícias sobre o caso Sueli Sam:

 Moradora de Canaã é presa por suspeita de encomendar morte do companheiro em Água Azul do Norte

Suspeita pela morte do companheiro, Sueli Sam tem prisão preventiva relaxada para prisão domiciliar

Sueli Sam que foi presa pela acusação de ter matado seu companheiro é transferida para presídio feminino do Pará

 

Acusada de Homicídio pode ser conselheira tutelar em Canaã dos Carajás

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta