Mineradora incentiva mobilização social dos moradores da Vila Alto bonito

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Divulgação / RMB

A Mineradora RMB está apoiando o processo de mobilização social dos moradores da   Vila Alto   Bonito, localizada no entorno do empreendimento, que visa verticalizar a produção de manganês do estado. A iniciativa faz parte  do acordo  firmado  no ano passado  entre a empresa e a Secretaria  do Meio Ambiente e Sustentabilidade  (Semas),  para licenciamento ambiental  do projeto, que prevê  mecanismos de compensação e mitigação em decorrência da implantação do empreendimento  para comunidades  na área de influência do projeto.

A mineradora tem incentivado encontros e debates entre os moradores para construção de agendas coletivas focadas em programas ambiental, saúde pública e fomento a mão de obra local. O objetivo é articular com lideranças, entidades e o poder público ações estruturantes para melhorar a qualidade de vida da comunidade.

Entre os dias 25 e 27 de janeiro foi realizada oficina de mobilização social que contou com presença de dezenas de moradores.  O encontro foi mediado por um consultor contratado pela RMB para facilitar o diálogo e estruturar as demandas da comunidade.

“A Oficina levou em consideração todas as formas de organização já existentes na comunidade, institucionalizadas ou não, assim como toda a diversidade de grupos étnicos, culturais e etários, buscando-se envolver a todos no processo”, destaca Warley Pereira, relações institucionais da empresa.

  Mineradora Ligga inicia atividades em Parauapebas

Durante o encontro, os moradores   discutiram formas  de organização  da comunidade,   buscando soluções para os   problemas enfrentandos.  Eles decidiram  criar  a Associação   dos Moradores  da Vila Alto  Bonito para ddefender os direitos dos moradores perante o Poder público; colaborar com entidades públicas e privadas em ações nas áreas de educação, saúde, cultura, meio ambiente, infraestrutura, esporte e lazer, além da promoção de ações de capacitação e treinamento dos moradores por meio de projetos de cunho social e ambiental.

“A criação da Associação é um passo importante que estamos dando em busca de melhorias para nossa comunidade.   E a RMB tem sido nossa parceria e tenho certeza que vai continuar   contribuindo”, avalia Gecilda Andrade de Sousa, líder comunitária, eleita em assembleia dos moradores para presidir entidade.

A professora Patrícia Costa também eleita para compor a diretoria diz que que a Associação pretende trabalhar junto com a comunidade e com o apoio da mineradora em projetos de    desenvolvimento da Vila Alto Bonito.

Um dos moradores mais antigo da comunidade, Valdemar Rodrigues participou ativamente da criação da entidade, colaborando com diversas sugestões.  “Estou disposto a ajudar a Associação no que for preciso”, disse.

Durante oficina moradores discutiram melhorias para comunidade

  Komatsu abre as portas a alunos do Centro Universitário FMU

O fechamento da oficina reuniu moradores e representantes da empresa em uma roda de conversa, onde os moradores pediram o apoio da empresa para estruturar a entidade e também listaram algumas demandas.  Ao final do encontro, ficou acertado   que a empresa   iria custear a formalização da associação em cartório.

E um novo encontro que deve ocorrer ainda este mês vai tratar exclusivamente das demandas apresentadas pelos moradores, tendo em vista que algumas delas, como a construção de posto de saúde, reforma da escola e quadra de lazer dependem de acordo de cooperação com a prefeitura de Curionópolis, que já foi solicitado pela mineradora.



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas