Perspectivas para a empregabilidade na região de Carajás

Por: Wander José
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Legenda: Obras de Salobo III garantem mais oportunidades de empregos

A Vale recupera seu valor de mercado
A utilização da capacidade instalada do parque industrial brasileiro é maior nos últimos 13 meses .

Seguimos em 2020 com uma taxa de desemprego ainda alta na casa de dois dígitos, com o emprego informal crescendo de forma galopante, mas já vemos , a economia da sinais de reação em vários setores , sim, ela ainda não deslanchou de vez mas tem dado sinais consistentes de recuperação .

Foram 870 mil novos postos de trabalho criados em 2019 e temos uma perspectiva de 1, 3 milhão para 2020, são boas notícias mas ainda é muito pouco para a necessidade dos 11,4 milhões de desempregados.

Lembrando que, com a reforma da previdência passamos automaticamente a incluir nas projeções aqueles que planejavam se aposentar mas que precisarão esticar suas contas.

É um mercado de trabalho escasso e por isso extremamente competitivo em meio a mudanças tecnológicas e de comportamento sérias.

Com essas perspectivas estão claras a necessidade de preparação para voltar ao mercado de trabalho em 2020?

O setor mineral está retomando seus investimentos e avançando na implantação de novos projetos , expansão e reposição de capacidade instalada .
As iniciativas de novas fronteiras agrícolas e verticalização da cadeia mineral.
Diante dessas mudanças no mercado regional estamos avançando na infraestrutura e processo de concessão não tem outra saída se não aquela velha e eficiente sugestão de buscar sustentabilidade dos municípios da região e definir uma nova ordem econômica nas parcerias público privadas .

É necessário reinventar a gestão pública de forma sustentável e eficiente !

Sim, é difícil mas primeiro temos que estar abertos ao que é novo porque o rolo compressor do tempo vai passar sem pedir licença ….
É temos que aproveitar o novo boom das commidities minerais e resgatar a infraestrutura dos municípios através de ações de médio e longo prazo.

Se reinventar preconiza, estar aberto às mudanças na utilização dos recursos oriundos dos royalties da mineração , utilizar nosso tempo para estudar e buscar nosso equilíbrio interno para podermos nos observar e aprender com o que vemos .

  Escola com apoio Militar de Canaã vence etapa estadual do Prêmio Gestão Escolar 2020

Se dar essa oportunidade de melhorar internamente em vários aspectos da vida por fim vai gerar um monte de análises para fortalecermos os tais soft skills que podem fazer diferença numa parceria público privadas e saneamento básico com garantia de melhoria na qualidade de vida das pessoas .

Então, o período entre ações geração de empregos é uma hora para botar a mão na massa e aprender muita coisa, sonhar, desaprender, reaprender… ter coragem.

Na prática algumas das opções a seguir são:

Incentivar o empreendedorismo apoia as pequenas empresas de mineração – isso requer coragem, facilitar acesso ao crédito, paciência e … planejamento da cadeia mineral de forma legalizada e sustentável econômica e social .

É preciso observar que as empresas em períodos de crise procuram se adaptar a redesenho de processos que visam redução de custos, o governo por sua vez criar um ambiente de negócios propício para crescimento sustentável, pois nossa economia é muito focada apenas nas receitas dos royalties e . Isso nos traz dois indícios, não podemos sair por aí como aventureiros achando que, temos recursos adiante e financiamento vão brotar sem um plano de negócios consistente onde a principal riqueza dos municípios que é o minério de ferro ser usado como garantia .

Ou seja é preciso ser cuidadoso e ter um planejamento muito bem feito, com planos A, B e C.

Os pilares de atuação das políticas públicas de emprego e renda devem ser:
Manter-se ativo, procurar adequar os emprego a qualificação profissional e estudar novos parceiros no mercado de trabalho local .

É preciso ter o cuidado para não consumir o tempo de desenvolvimento profissional apenas , o estudo continuado é o que te leva para frente e garante a empregabilidade no futuro .

Óbvio que todos sabem onde seu calo dói, mas a vida requer que estejamos sempre preparados para momentos assim, ainda mais num país como o Brasil, onde os processos de contratação demoram meses e mudanças na economia demoram ciclos e anos de agitação política e mudança de governo e rumo na economia .

  Confira as vagas do SINE desta terça-feira(24/11) em Canaã dos Carajás

Os que buscam o primeiro emprego na região devem observar os requisitos técnicos que o mercado precisa, já que não tem experiência podem aceitar salários inferiores até se verem aptos a atuar com desenvoltura e aí seguir as regras do mercado.

Vejo muito recém formado que não aceita trabalho porque os salários de estágio sofrem precarização com a crise econômica e cortes de despesas , que não paga nem a faculdade e etc.

Lembre-se que é um esforço temporário que não visa dinheiro mas algo que só o tempo vai lhe dar, a experiência.

Os profissionais estabelecidos tem que quebrar preconceitos e se abrir para novas áreas de conhecimento, mudar formas de trabalho, usar seus skills que não entram em obsolescência e aprimorar os conhecimentos técnicos com estudo, leitura e aplicação pessoal de conhecimentos adquiridos com finalidade profissional.

Manter-se ativo !!! Analisar qual a formação os profissionais empregados tiveram para se colocar no mercado, verificar quais os GAPs entre a sua formação e a desses profissionais podem ser sanados através de estudo de novos conhecimentos.

Existem ainda os cabeças brancas que tem que utilizar de todo o seu potencial de trabalho em conjunto com sua experiencia, não ter medo de inovar … falar, contribuir. Devem observar, com a vivência que tem, os movimentos do mercado para antever novos posicionamentos e estar à frente do que ainda esta por vir.

Lógico que não podemos esquecer aqueles que precisam se manter no mercado de trabalho, pense todo o dia se o seu esforço diário está pagando o seu salário, se colocar no lugar da empresa e avaliar porque manter o seu posto de trabalho pode lhe dar uma noção do seu posicionamento futuro.

Em nenhum dos casos ficar parado esperando uma oportunidade é uma opção válida, tem muita gente que espera um amigo, uma vaga,

Deus…. Não espere!
É preciso sim ter paciência mas que seja uma paciência ativa.

2020 promete !

Vamos em frente.
Deus no comando.

WJN

Uma resposta em “Perspectivas para a empregabilidade na região de Carajás”

Deixe uma resposta

Leia mais