Fundação Vale apoia 18 iniciativas no Pará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Ateliê Chita Chic foi atendido pela Fundação Vale em 2019. No início desse ano, as empreendedoras sociais produziram máscaras de tecido que foram doadas para as comunidades de Marabá

Depois de meses de capacitação e muito trabalho, o grupo de 14 mulheres, recém estabelecido como empreendedoras sociais viram o ateliê Chita Chic pronto. A pandemia da Covid-19 fez grupo redirecionar suas atividades. De março a junho elas produziram mais de 5 mil máscaras de tecido para serem doadas às comunidades de Marabá e outros municípios da região e até para outros estados.

Para a Gilmara Neves, administradora do ateliê, foi um momento difícil. “A pandemia veio como um balde água fria. Já tínhamos tudo planejado, mas não teríamos como executar o nosso planejamento de vendas. Sentimos necessidade de fazer algo para a comunidade. Foi aí que nós começamos a fazer as máscaras. Nós usamos insumos que tínhamos aqui, mas recebemos também doações de tecido e elástico”, comemora.

O trabalho desenvolvido com o grupo do ateliê Chita Chic, de Marabá, é resultado do Programa Empreendedorismo Social Comunitário (PESC), iniciativa da Fundação Vale que, ano passado, apoiou sete negócios no município, envolvendo 50 empreendedores locais.

“Para nós, o PESC representou mudança, transformação. Nós temos mulheres que nunca tinham gerado renda, temos mulheres que estavam há muito tempo fora do mercado de trabalho e aquelas que tiveram a oportunidade de, pela primeira vez, aprender um ofício e gerar sua renda. Isso é extraordinário. E ver como nós tivemos impacto positivo na nossa comunidade, com a doação das máscaras é muito gratificante”, comemora Gilmara.

Em 2019, a Fundação Vale desenvolveu 18 iniciativas no Pará, alcançando mais de 55 pessoas nos municípios de Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado do Carajás, Marabá, Parauapebas e Tucumã. Os resultados dessas ações estão no Relatório de Atividades 2019, disponível aqui.

Atuação

As iniciativas da Fundação Vale contaram com investimento de R$ 50,9 milhões e chegaram a 68 municípios no ano passado, atingindo 770 mil pessoas, em cidades do Pará, Maranhão, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro, muitas delas localizadas no interior dos estados.

Na frente de educação, foram mais de 390 ações em unidades educacionais, 940 participações de profissionais em formações e 77.200 estudantes beneficiados em iniciativas realizadas pela Fundação Vale em 21 municípios. Os projetos de geração de trabalho e renda alavancaram mais de mil negócios sociais e apoiaram cerca de 700 empreendedores. Também sob a gestão da Fundação Vale, cinco Estações Conhecimento atenderam mais de 4.500 pessoas enquanto os museus e centros culturais receberam mais de 500 mil visitações.

Além dos resultados, o Relatório de Atividades reúne relatos da experiência de professores, estudantes, empreendedores sociais e parceiros da Fundação Vale. São histórias de transformação nas vidas de pessoas que participam das iniciativas e representam o legado da Fundação nas comunidades onde atua.

Enfrentamento à pandemia e atuação territorial

A atuação articulada com os governos e o diálogo permanente com comunidades e parceiros permitiram, já em 2020, a injeção de R$ 6 milhões em projetos voltados ao enfrentamento da pandemia de Covid-19. Um exemplo foi o redirecionamento e a ampliação do Ciclo Saúde, voltado para o fortalecimento da Atenção Básica. As ações nos 32 municípios onde o programa está presente estão voltadas para a pandemia: 280 unidades básicas de saúde estão recebendo apoio na área de gestão, sendo que 135 receberão também equipamentos e insumos com este foco. Em 2019, o Ciclo Saúde capacitou 1.670 profissionais e ampliou o serviço em 44 unidades básicas de saúde, atingindo 150 mil pessoas.

Sobre a Fundação Vale

Há 52 anos a Fundação Vale apoia e fortalece políticas públicas de educação e saúde, e fomenta negócios sociais nos territórios de atuação da Vale. A partir do diálogo e da imersão nos territórios, desenvolve e executa projetos sociais voluntários que visam à melhoria da qualidade de vida e fortalecem o acesso das comunidades aos seus direitos e serviços públicos essenciais.

Deixe uma resposta

Leia mais