Em vídeo, Jeová Andrade se defende de Chamonzinho e explica motivo de aliança do vice Alexandre Pereira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Prefeito Jeová Andrade

Na manhã desta sexta-feira (18) o prefeito de Canaã dos Carajás, Jeová Andrade (mdb), divulgou um vídeo nas redes sociais onde faz defesas e acusa “império de comunicação” (se referindo ao grupo correio) e o deputado estadual Chamonzinho de o perseguir.

No vídeo, Jeová fala ainda da aliança entre o vice prefeito, Alexandre Pereira, e explica o suposto acordo entre os dois, que seria de “cassar seu mandato.”

Até o vice-prefeito tem faltado com a verdade, onde nas suas falas faz algumas calúnias, algumas coisas que tentam colocar em cheque a minha imagem, ele se coloca no lugar de vítima onde sempre o respeitei, mas nesse momento faz essa aliança com Chamonzinho com esse grupo que nos persegue. A verdade tem que ser dita, a razão dessa aliança foi por que fizeram esse compromisso de se unir e cassarem o meu mandato para que esse grupo tomasse conta das finanças de Canaã dos Carajás.

Jeová disse ainda que Chamonzinho os perseguem desde 2013, quando assumiram o mandato, por ganância financeira, e que Alexandre Pereira é ciente.

As críticas que Jeová se refere, foram a acentuadas na convenção de lançamento da chapa Jean Carlos e Gesiel Ribeiro, onde o deputado estadual proferiu diversas críticas e ataques ao então prefeito, assim como o vice, Alexandre Pereira.

  Canaã dos Carajás recebe ações de negociação da Equatorial Pará

Ao vice, Alexandre, o Portal Canaã entrou em contato para que comentasse sobre o vídeo do Prefeito, que o acusa de fazer calúnia.

“Estou tranquilo. Acho que devemos focar só em propostas claras para Canaã.”, disse Alexandre

Assista o vídeo na Íntegra:

5 respostas em “Em vídeo, Jeová Andrade se defende de Chamonzinho e explica motivo de aliança do vice Alexandre Pereira”

Acredito que pessoas que ocupam cargos políticos estão mais sujeitos a críticas e expostos à mídia, inclusive a redes sociais. Vejo que o prefeito municipal não se mostrou acessível a críticas contra seu ponto de vista a respeito de questões de interesse da sociedade. Era de se esperar que o gestor municipal não levasse a questão para o lado pessoal, mas que tivesse o bom senso de valer-se da situação e defender seu ponto de vista no ambiente democrático. O homem público, como o prefeito Jeová Andrade, deve suportar críticas e insinuações acima do que há de suportar aquele que não assume tais responsabilidades.

Deixe uma resposta

Leia mais