Alepa celebra os 30 anos da Constituição do Pará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Foto: ascom/ALEPA

Promulgada no dia 05 de outubro de 1989, no Palácio da Cabanagem, a Constituição do Estado do Pará tornou-se um dos mais importantes documentos jurídicos do Pará e símbolo da democracia no Estado. A Carta Magna assegurou a liberdade de expressão e criou instrumentos de garantias de direitos à sociedade.

Para celebrar o aniversário de 30 anos da Constituição do Pará e  Assembleia Estadual Constituinte, o Parlamento Paraense promoveu uma Sessão Solene nesta segunda-feira (07.10), no Hangar,  com homenagens de outorga da “Medalha do Mérito Constituinte Zeno Veloso”, denominação que é uma referência ao relator da matéria e conceituado jurista paraense.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, Dr. Daniel Santos, ressaltou a importância do protagonismo dos deputados constituintes para o Estado.

“Fico muito feliz em poder estar aqui  e prestar homenagem aqueles que contribuíram tanto para o nosso Estado, para engrandecer a nossa história. Penso que cada vez mais o parlamento também tem que ser protagonista do processo político, e nisso os deputados constituintes fizeram a sua parte com muita honra”, destacou.

Após fazer abertura oficial, o chefe do Poder Legislativo, Dr Daniel, em um ato de reconhecimento, passou a condução da presidência do evento ao deputado Raimundo Santos, propositor da Sessão Solene.

Da legislatura da época, apenas o deputado Raimundo Santos possui mandato na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). Ele foi autor  do projeto de resolução que instituiu a programação comemorativa do 30º aniversário da Constituinte.

Para o parlamentar, o evento reafirma o compromisso da constituição em promover esperança e dignidade à população paraense.

“Foi algo admirável ver todo esse povo aqui. Isso mostra que esse povo tem esperança do que o que aprovamos, há 30 anos, é algo fundamental para a vida do povo. Muita coisa já foi implementada, mas muito há de se fazer. Além da lembrança, além da emoção que vivemos hoje, nós enfrentamos e encaramos o que aconteceu com esse marco para esse novo tempo, para que o povo que tem realmente a soberania da democracia  possa  ser o grande protagonista nas mudanças que podemos fazer e dessa forma garantir o princípio da dignidade humana”, reiterou.

O deputado Raimundo Santos contribuiu com mais de 200 artigos publicados na Constituição do Pará  e presidiu a Comissão de Fiscalização Orçamentária, uma das sete comissões temáticas criadas para sistematizar a organização de assuntos relevantes para o Poder Legislativo e sociedade.

 



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas