Correias transportadoras do S11D têm medição específica

A empresa alemã Lase forneceu para o projeto S11D, da Vale, 15 sistemas de mensuração de correias transportadoras LaseBVC.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Sistema de medição de volume de minério em correias transportadoras

A empresa alemã Lase forneceu para o projeto S11D, da Vale, 15 sistemas de mensuração de correias transportadoras LaseBVC. Como o S11D, instalado em Canaã dos Carajás, usa correias de forma intensiva na movimentação de minério de ferro, foi necessário ter um sistema de medição de volume e peso específico.

Quando o S11D começou sua operação comercial em janeiro, o sistema Lase já tinha iniciado a implantação definitiva, ou rollout no jargão da gestão de projetos, da aplicação LaseBVC (Bulk Volume Conveyor, na sigla em inglês) e entregue 14 sistemas de medição de volume para correias transportadoras no Complexo Eliezer Batista, como foi batizado o S11D.

A Lase, junto com sua parceira local C+ Tecnologia, que tem sede em Belo Horizonte, comissionou o sistema de medição de granéis com o uso de lasers para a Vale. “Esse bem-conceituado projeto estabelece um novo padrão na indústria de mineração onde tecnologia avançada se casa com a alta produtividade”, diz a empresa em nota.

Para medir a altura do minério de ferro nas esteiras, bem como o seu volume, um escâner a laser foi montado sobre cada correia transportadora. A direção de escaneamento dos sistemas laser percorre transversalmente a direção de transferência do material transportado e gera um perfil 2D. Esses são comparados aos chamados “perfis-zero”, que foram armazenados durante o comissionamento dos transportadores correias.

  Nasce um moderno projeto de mineração entre Parauapebas e Curionópolis

“Conhecendo a diferença individual e a velocidade da correia, o volume exato pode ser determinado. Além disso, se a densidade do material é conhecida, o fluxo de massa pode ser calculado também”, diz comunicado da Lase emitido no fim de março.

Com o uso de escâneres laser de alta resolução com razão de escaneamento de até 100 scans por segundo, o material pode ser registrado mesmo em altas velocidades de transporte. Algoritmos especiais do software do LaseBVC foram escritos para assegurar o ajuste e calibração da mensuração. O sistema pode ser operado intuitivamente devido à disponibilidade de tutoriais de controle e configuração orientados para o usuário.

A Lase Industrielle Lasertechnik foi fundada em 1990 e tem sede em Wesel, na Alemanha. Os seus sistemas a laser são usados em serviços anticolisão, monitoramento, posicionamento, dimensionamento e medição de volume em diversas indústrias como construção, siderurgia, logística e automação de prédio.



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas