“Canaã pode ser modelo de cidade segura para mulheres”, destaca pesquisadora

A articulação do poder público municipal, órgãos de segurança e a sociedade civil tem o potencial para fazer de Canaã dos Carajás um modelo de cidade segura para mulheres. Essa é a opinião da pesquisadora e diretora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (Cesec), Silvia Ramos. A afirmação foi dada na abertura do 1º Seminário Cidades Seguras para Mulheres, realizada no auditório da Câmara Municipal, na manhã desta segunda-feira (25).

O seminário é uma parceria entre a prefeitura de Canaã, a Vale e o Cesec, que vem desenvolvendo pesquisas na área no município desde 2021. Para a pesquisadora, o Brasil vive uma situação paradoxal. Ao mesmo tempo em que avançaram as politicas públicas de combate à violência de gênero, com criação de legislação e espaços de proteção, os casos de violência seguem ocorrendo.

Nesse cenário, ela parabenizou a gestão de Canaã por ser aberta e aceitar novos desafios, e destacou que o seminário pode “estar iniciando um modelo de articulação que será exemplo na área não apenas para a Amazônia, mas para o país”.

Avanço na proteção

A prefeita Josemira Gadelha destacou, em sua fala, que ainda como presidente da OAB em Canaã, já defendia a criação de uma Delegacia para atendimento à mulher e que, como gestora, “foi uma das primeiras coisas que buscou”.

Josemira ainda citou outras ações que contribuem com a rede de proteção à mulher, como a própria criação da Secretaria da Mulher e da juventude, que completa dois anos, além de ações na área da saúde, da moradia, segurança, educação e da qualificação profissional.

“Quando uma mulher é vítima de violência, ela precisa dessa estrutura de proteção para que tenha força pra denunciar”, disse. “O cuidado com a segurança da mulher passa por tudo isso, e nós trabalhamos para abraçar, acolher e capacitá-las.”

Por fim, a prefeita destacou a necessidade de incluir os homens na discussão sobre a violência contra a mulher. “Estamos falando e dialogando com as vítimas, mas precisamos também cuidar e orientar o homem, e principalmente evitar que ele volte a agredir.”

A abertura do evento ainda contou com a presença do juiz da comarca de Canaã, Danilo Alves, da defensora pública Carolina Cariço, titular da delegacia Especializada da Mulher, Natália Ferreira, além de autoridades do executivo, legislativo e sociedade civil.

A delegada Natália Ferreira também exaltou a oferta de serviços para a proteção da mulher em Canaã. “Me sinto segura em atuar aqui, pois não estamos sozinhas”. A fala foi reforçada pela defensora pública, para quem “é um orgulho perceber que o município está fortalecido nessa área”.

O evento segue durante a tarde desta segunda e na terça-feira e a programação completa pode ser conferida abaixo.

11h – Palestras:

• Andreia Rabetim – WIM Brasil

• Edna Jatobá – Conselho Nacional de Direitos Humanos/GAJOP

• Luciano Ramos – Instituto Promundo

Mediadora: Flávia Melo (Universidade Federal do Amazonas)

14h – Roda de Conversa 1 – Pioneirismo

• Celma Consuelo – Enfermeira

• Joana Barbosa dos Passos – Mulher do Campo

• Jocenia Lima – Professora • Katia Edmundo – CEDAPS

• Lourdes Folman – Freira

• Maria do Socorro Leite Prado – Agricultora

• Suzana Ribeiro Cavalcante – representante GETAT

Mediadora: Silvia Cunha (Vale) 

16h – Roda de Conversa 2 – Empreendedorismo

• Francidalva Macedo – Cabeleireira

• Irany Goulart – Gastrônoma

• Maria José da Silva – Artesã Agrovila Jerusalém

• Maria Juciária – EPS – Economia Popular Solidário

• Mariana Aleixo – Redes da Maré – Rio de Janeiro

• Marlene Martins Pereira – Agricultora Familiar – ASSOFEC

• Renata Rodriguês – Clínica Saúde da Mulher

Mediadora: Ruth Souza (SEMMJU)  

Dia 26 de março – terça-feira

Local: Secretaria da Mulher e da Juventude

Abertura:

9h– Roda de Conversa 3 – Direitos e Conquistas 

• Aline Menezes – Ex Gari

• Edna Paula – Escola Sementinha Feliz

• Flávia Valeria – Universidade Estadual de Goiás

• Gabriela Ashanti – ODARA – Bahia

• Gisele Pereira – Artesã • Pastora Silvana Pedrosa – Líder mulheres Ass. De Deus Madureira

• Telma Maria Silva Moreira – Pioneira

Mediadora: Alessandra Maranhão (SEMMJU)

11h – Roda de Conversa 4 – Autoestima

• Aline de Paula – Hotelaria

• Gilmara Neves (Chita Chic/Conselho Estadual da Mulher)

• Lorrena Maia – Influenciadora Digital

• Madona – Radialista

• Valéria Ramalho – Empreendedora da Beleza

Mediadora: Glauciene Rodrigues Amorim (SEMMJU)

 

Texto:  Wellington Borges

Receba as notícias do Portal Canaã

Siga nosso perfil no Google News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *