“Gordinho das Populares” é preso pela 36ª vez, agora em Canaã dos Carajás

Após completar 18 anos, Godinho já foi preso três vezes
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Uma denúncia feita no final da tarde de ontem, 02, levou José Dimas Silva de Brito, 20, mais conhecido como ‘Gordinho das Populares’, para trás das grades em Canaã dos Carajás.

Essa já é a terceira prisão de Gordinho, após atingir a maior idade, mas antes de completar os 18 anos, ele foi apreendido um total de 33 vezes pelos mais variados crimes. Desta vez, ele foi preso após uma denúncia da própria companheira identificada como Célia Santos Sobral de 35 anos, que afirmou ter sido ameaçada de morte por ele.

“Ele foi trazido para cá depois que uma guarnição da Polícia Militar receber a informação de que ele estava ameaçando a companheira de morte. Mas ele também já é dono de uma extensa fixa criminal. Todo mundo conhece ele aqui na cidade”, disse Roque Barbosa, investigador de Polícia Civil.

O casal vive junto há cinco meses, mas de acordo com a filha da vítima, o relacionamento sempre foi baseado em ameaças e agressões físicas e psicológicas.

“Ela conheceu ele lá em Tailândia. Lá a gente morou por um mês, ele convenceu minha mãe a vender a nossa casa e vir embora para cá pra a casa de uma tia dele. Aqui ele vivia batendo nela, dizia que ia matar ela e a gente também. Ela queria ir embora mas ele não deixava, falava que se ela fosse embora, ele iria atrás dela pra matar. Nem sair de casa ela podia porque ele não deixava”.

Atualmente, Dimas estava cumprindo prisão domiciliar pelo crime de roubo. “Ele ficou um ano e meio preso em Belém. Foi solto em dezembro do ano passado e agora foi preso novamente”.
Gordinho permanece preso aguardando decisão da justiça.

Deixe uma resposta

+ Sobre