Oeste do Pará recebe 46 novos pedagogos formados pelo Parfor/UFPA

Quarenta e seis professores da Educação Básica de diversos municípios da região Oeste do Pará receberam o diploma de Pedagogia da Universidade Federal do Pará (UFPA) por meio do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor), em cerimônia realizada em agosto no município de Uruará.

06 uruara Izabel ColaresO município sediou duas turmas de Pedagogia iniciadas em 2014 pelo Parfor UFPA, com 23 concluintes em cada turma. Com a formatura, o Parfor/UFPA ultrapassou a marca de 2.900 pedagogos graduados no estado do Pará em 10 anos de programa.

“Quem teve a oportunidade de entrar em um curso desses vai trazer esse conhecimento para a sua comunidade. Isso vai refletir em várias áreas. Posso dizer que o curso de Pedagogia me transformou, não só como professor em sala de aula, mas me fez melhorar como pai, como filho, um ser social melhor na comunidade onde estou inserido”, celebrou o professor Alaelson Cardeal Rosa, um dos concluintes.

Alaelson mora no município de Placas e atuou apenas dois anos como professor antes de ser demitido. “Por mais que a gente ame a Educação, chega um ponto em que a gente precisa optar pelo que é melhor para nossa família”, conta o professor, que hoje atua como agente comunitário de saúde concursado pelo município.

02 uruara Izabel Colares“O Parfor revolucionou não só a minha vida, mas também de várias pessoas que dependem de mim. Vim de uma família pobre, nunca tive a oportunidade de fazer um curso, é complicado para arrumar um emprego, porque é muita concorrência para as poucas vagas que tem”, afirma Alaelson Rosa.

Para ele, o Parfor representa uma chance para voltar à sala de aula. “De início, eu via o Parfor como uma porta de oportunidade para uma região em que as oportunidades são mínimas, mas hoje eu vejo diferente, não é uma porta, é uma chave que abre qualquer porta. Tenho certeza que hoje, se eu entrar em sala de aula, terei uma atuação totalmente diferente”, diz o educador.

Cerimônia – Em cerimônia realizada no ginásio Élio Grins, as duas turmas de Pedagogia receberam a outorga do grau pela UFPA, representada pelo Vice-reitor da Instituição, professor Gilmar Pereira da Silva.

Conquistar uma graduação de nível superior era um desejo antigo de Emanoela Lima dos Santos, que atua como professora da Educação Básica há 11 anos na zona rural do município de Medicilândia, no oeste do Pará.

“Foi a cereja que faltava para completar meu bolo, pois eu tinha a experiência, mas  me faltava a parte principal, que era a teórica. O Parfor é a oportunidade que a gente tem. Eu falo por experiência própria, todos os professores aqui da região da Transamazônica almejam cursar o Parfor”, conta Emanoela dos Santos.

Para a professora, o aprendizado foi a principal motivação para enfrentar os 160km de distância entre Medicilândia e Uruará, para poder participar das aulas. “As trocas de experiência foram fundamentais com os professores, com os colegas. Me proporcionou ser uma melhor professora, buscar novidades para os meus alunos”, comemora a professora.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta