Mulheres do Programa de Formação Profissional da Vale iniciam fase prática nas operações

A partir desta semana, grupo de 100 mulheres segue para a segunda etapa do programa. Durante um ano, elas receberão capacitação na operação de mina no Complexo Minerador de Carajás
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Cerca de 100 trainees participaram de ambientação para início da fase prática do programa

“Nós chegamos aqui donas de casa, esposas, estudante, mulheres de várias formas, mas vamos sair daqui profissionais e nós vamos atuar na área de forma significativa e positiva para todos”. A afirmação é da trainee Marcilene Gadelha, 42 anos. Ela integra grupo de mulheres selecionadas no Programa de Formação Profissional (PFP) iniciado pela Vale ano passado.

A partir desta semana, cerca de 100 trainees, que concluíram a formação teórica no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), iniciam a fase de formação prática, na operação da maior mina de ferro a céu aberto do mundo, no Complexo Minerador de Carajás. O restante do grupo selecionado ano passado, que atuará nas áreas de manutenção, segue no Senai, em formação teórica, até meados de abril.

Para a trainee Manuela Paulino, 27 anos, o período de três meses no Senai foi uma imersão na operação de mina. “Foram três meses de bastante conhecimento, nos proporcionando grande aprendizado, focado em conhecer a área operacional. A gente sabe que as máquinas são enormes para operar e manobrar, que o desafio é muito grande, mas a gente se sente muito capaz”, afirma.

Na última semana, o grupo finalizou a formação teórica no Senai

A gerente de Gestão de Talentos Norte da Vale, Carmene Abreu, destaca que primeira fase do programa foi concluída com louvor. “Elas tiveram excelentes avaliações e agora terão a oportunidade de vivenciar o dia a dia de nossas operações. É um momento ímpar para o processo de formação e estamos cuidando para que elas tenha uma excelente experiência nas nossas operações”, conclui Carmene.

O processo seletivo

Em 2019, a Vale promoveu processo seletivo inédito para mulheres e pessoas com deficiência, em Parauapebas, no sudeste do Pará. A seleção foi iniciada em junho, com vagas nas áreas de manutenção e operação de equipamentos. A seleção conotu com mais de 15 mil inscritos.

Na ocasião da aula inaugural, realizada em novembro, o diretor do Corredor Norte, Antonio Padovezi, ressaltou que a empresa está implementando uma série de esforços para ampliar a diversidade, principalmente, a presença de mulheres nas operações da Vale.

O Programa de Formação Profissional é um dos programas Porta de Entrada da mineradora e tem como objetivo preparar profissionais para o mercado de trabalho. Por meio dessas ações focadas na qualificação profissional na região, em 2018, mais de 840 jovens ingressaram na empresa. Entre eles: o Programas de Formação, Jovem Aprendiz e Estágio, nas modalidades, regular, técnico e de 40 horas.

Deixe uma resposta

+ Sobre