Hospitais privados de Parauapebas devem apresentar medidas de combate à covid-19

Os hospitais privados de Parauapebas têm 48 horas para apresentar seu plano de contingência ao MPPA
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) emitiu Recomendação aos hospitais privados de Parauapebas solicitando que apresentem, em 48 horas, seu plano de contingenciamento em relação a pandemia do novo coronavírus. O documento, assinado pela promotora de justiça de Parauapebas, Aline Cunha, foi emitido no último dia 9 de abril.

Entre os hospitais privados notificados estão o hospital Yutaka Takeda, hospital Santa Terezinha e hospital São Sebastião que devem adotar as providências necessárias para garantir o direito à saúde e o atendimento da população durante a pandemia de covid-19 informando ao MPPA todos os protocolos relativos aos pacientes suspeitos ou com coronavírus, inclusive na emergência.

Os hospitais particulares de Paraupebas deverão ainda informar como anda o estoque atual de Equipamento de Proteção Individual (EPI), se o material está disponível para as equipes e se as mesmas foram treinadas em relação ao uso do equipamento.

O MPPA recomendou ainda que os hospitais informem o número de leitos para os pacientes com covid-19 e as medidas que serão adotadas caso o número de casos atinja número elevado nos próximos meses.

Os hospitais também devem se preparar para garantir a separação dos pacientes de coronavírus e adotar todas os cuidados no manejo de corpos, caso os óbitos venham a ocorrer no município.

Deixe uma resposta

Leia mais