Chuva forte deixa rastro de destruição em Canaã dos Carajás

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Foto: Júnior Gomes
Foto: Júnior Gomes

A forte chuva que atingiu a cidade de Canaã dos Carajás na manhã desta terça-feira, 26, deixou os moradores da Rua Guanabara no bairro Jardim Bela Vista, desesperados. A Enilda da Costa estava sozinha com o filho de dois meses, quando teve a casa inundada e invadida pela lama trazida pela correnteza. “A água invadiu a minha casa, eu tive que levar o meu bebê para a casa da minha cunhada, para eu tentar tirar a lama de dentro de casa, tanto a casa quanto o quintal, ficaram só a lama. Eu fiquei desesperada e tive que ligar para o meu marido sair do trabalho e vir me ajudar”, disse a dona de casa.

Uma nuvem escura no céu já é sinal de preocupação para dezenas de moradores que residem nas proximidades de um córrego que atravessa a Av. Pará, no mesmo bairro, e passa pelos fundos dos imóveis. Esse mesmo córrego transbordou durante a forte chuva e saiu arrastando tudo pela frente. A correnteza era tão forte que até o asfalto cedeu e uma pequena cratera começou a surgir, cortando a Avenida nos dois sentidos. “Toda vez é assim, a gente já fica apreensivo quando vê o céu escurecendo”, continuou a dona de casa.

A correnteza abriu um buraco por baixo do asfalto e atravessou a avenida. Com o rompimento, dezenas de casas foram invadidas por lama e água que escorreram pela rua.

Na casa da dona Marinês Borges dos Santos, a lama chegou a uma altura de aproximadamente 60 cm e destruiu cama, sofá, guarda-roupas, cômoda e até as panelas que estavam dentro do armário ficaram encobertas pelo barro. “Eu tinha acabado de deitar na rede porque estava com uma forte dor de cabeça, quando vi minha casa sendo invadida pela lama que entrou de uma vez. Não deu tempo de salvar quase nada. Eu perdi tudo, e nem sei mais o que fazer. Há poucos dias eu tive que fazer esse mesmo processo e agora de novo eu tenho que lidar com isso”, lamentou a dona de casa.

Veja também:  Em entrevista, esposa diz que não sabia que marido estava armado no réveillon em Canaã dos Carajás

Com buracos e lama por todos os lados, trafegar pela localidade ficou quase que impossível, carros atolavam e moradores deslizavam a todo momento. Solidários à situação, vizinhos fizeram mutirão para ajudar os moradores a se livrar dos estragos causados pela enxurrada. “É o jeito, a gente tem que se ajudar, porque tem gente que está em uma situação pior que a nossa, então, a gente se junta para ajudar os vizinhos”, disse Cleudivan da Conceição, moradora.

No local, a prefeitura vem trabalhando na implantação de redes de água e esgoto, o que para os moradores, é um serviço que poderia ter sido feito meses atrás, antes da chegada do período chuvoso. “Eles tiveram tanto tempo para fazer esse serviço, deixaram para fazer justo agora quando está chovendo quase todos os dias? Quem sofre é só a gente que não tem para onde ir, e tem que viver sempre com o risco de ter a casa alagada. Nós não podemos mais sair e nem dormir tranquilos por causa do medo de acordar e ver a casa alagada”, desabafou a costureira Maria Gorete.

Revoltados, os moradores pedem um posicionamento do prefeito Jeová Andrade. “Eu espero que ele se manifeste e ajude a gente, porque nós não somos cachorros e precisamos de ajuda”, desabafou Marinês. “Se a secretaria tinha planos de fazer o asfalto, então porque não o fez antes dessa chuva toda? Teve tanto sol ao longo do ano e eles tiveram tempo suficiente durante esses outros meses para fazer um serviço que pelo menos tirassem a gente desse sufoco, mas não fizeram”, questionou Gorete.

Veja também:  Atirador em Canaã dos Carajás já havia sido preso por assalto. Polícia acredita em crime passional

Procurada, a Prefeitura de Canaã dos Carajás se manifestou através de nota, confira:

A prefeitura de Canaã dos Carajás lamenta os transtornos causados à população, em decorrência da forte chuva nesta terça-feira (26), em especial os moradores do bairro Jardim Bela Vista, onde estão sendo implantadas redes de água e esgoto.

Os trabalhos de implantação de redes de água e esgoto precedem a pavimentação do bairro, que será feita pelo programa Asfalta Canaã. A expectativa da prefeitura é de que, caso os próximos dias não sejam muito chuvosos, os serviços sejam concluídos no prazo de até 20 dias.

Transtornos dessa natureza, infelizmente, podem ocorrer, sobretudo no período chuvosos, mas a administração segue o ritmo de obras, ciente de que os benefícios que virão com o asfaltamento serão definitivos para a população.

Deixe uma resposta

+ Sobre