A Centaurus Metals companhia australiana divulgou na última sexta – feira (1), que concluiu  a primeira fase da campanha de sondagem em seu principal projeto de ouro, Serra Misteriosa, e levou a maior parte da equipe de campo para o projeto Salobo West, que fica a 150 quilômetros da Serra Misteriosa.

O projeto Serra Misteriosa tem potencial para gerar 1.500 oportunidades, entre postos diretos e indiretos, nas etapas de implantação e operação. Segundo o comunicado da mineradora a primeira fase da campanha inicial de sondagem em Serra Misteriosa foi concluída com nove furos e até o momento, com um total de 2.450 metros.

Segundo a nota, a sondagem indica a presença de uma grande zona de cisalhamento em um sistema hidrotermal onde múltiplas zonas de mineralização fraca de ouro estão inseridas ao longo da camada mineralizada de 1,6 quilômetro.

A Centaurus diz que, apesar de os resultados dos ensaios mostrarem que o teor em seis furos não tem economicidade, com a melhor interseção mostrando 6 metros com 0,7 gramas de ouro por tonelada, incluindo 2 metros com 1,4 g/t Au, é preciso fazer um levantamento geológico completo da estrutura na região. Isso vai ajudar a entender a forma de mineralização antes de se fazer mais furos de sondagem.

Para esse levantamento, a mineradora diz que conta com dois respeitados consultores em geologia, Grant “Rocky” Osborne e Roberto Vizeu. Eles foram contratados para realizar uma análise detalhada dos dados geológicos, geoquímicos e estruturais. “Vizeu trabalhou em muitos projetos de classe mundial no Pará, incluindo o projeto de ouro Volta Grande, e a mina do Salobo, da Vale”, diz a nota.

Com a finalização da primeira fase da sondagem adiamantada em Serra Misteriosa, a Centaurus diz que vai acelerar a mobilização da equipe de exploração no projeto de cobre e ouro Salobo West para começar os preparativos para atividades que não incluem perfuração ou abertura de trincheiras, para o que a mineradora já conta com licença ambiental.

“Os resultados até a presente data indicam que pode ser que haja algo bastante significativo em Serra Misteriosa, mas nós temos que ser pragmáticos e gerenciar os custos de exploração para entregar o melhor benefício potencial para nós acionistas”, disse o diretor da Centaurus Darren Gordon, em nota.