Novo trem de passageiros da Estrada de Ferro Carajás começa a operar em setembro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

A Vale começa a colocar em operação um novo trem de passageiros  a partir do dia 14 de setembro. Segundo a mineradora o investimento R$ 55,5 milhões dará mais conforto  e segurança para quem embarcar em um dos 15 pontos ao longo da Estrada de Ferro Carajás (EFC). O novo trem foi apresentado para um grupo de jornalistas, que participou de visita técnica com direito a um passeio de 30 minutos, na Estação Ferroviária de São Luís – no Anjo da Guarda.

Segundo a Vale, o projeto do novo trem foi elaborado há quatro anos e foi executado por uma empresa da Romênia, dando à composição a classificação internacional, com padrões europeus de qualidade. Mucci reforçou que, devido à sua concepção europeia, a composição se destaca pela modernidade, usando como exemplo os banheiros que receberam novo layout e tecnologias voltadas para o uso sustentável dos recursos naturais, como a substituição do papel toalha por ar quente para a secagem das mãos. Além do sistema de descarga que é a vácuo, semelhante ao utilizado na indústria da aviação, o que reduz o consumo de água.

O novo trem de passageiros da Vale, conforme ressaltou Gustavo Mucci, tem como prioridade o conforto e a segurança. Todos os vagões são equipados com monitores de vídeo e contam com detectores de fumaça, aumentando a prevenção contra incêndios.

Os carros da classe executiva oferecem sistema de som e iluminação individualizados para dar maior conforto e comodidade aos viajantes. Outro diferencial são as poltronas, mais confortáveis. As novidades contemplam também os carros-restaurante e cadeirante. O primeiro possui 72 lugares, o que representa um acréscimo de 56% em relação às composições que operam atualmente.

SEGURANÇA – O investimento prevê ainda um novo sistema de abertura e fechamento das portas externas, bem como as localizadas entre um carro e outro, que é automático. A travessia entre os carros também passou por melhorias e ficará ainda mais segura e confortável.

Os novos carros de passageiros contam ainda com displays externos e internos, que exibem informações gerais sobre a viagem. Dados como destino e trajeto do trem, número dos carros, estações e paradas de embarque e de desembarque, entre outros, são algumas das orientações voltadas a dar mais facilidade às pessoas.

Questionado sobre qual será o destino do antigo trem de passageiros da Vale, Gustavo Mucci informou que a composição passará a ser usada para atender aos serviços da EFC, como deslocamento de equipes ao longo da estrada de ferro e transporte de equipamentos.

VIAGENS – O trem parte da Estação Ferroviária de São Luís, no Maranhão, com destino a Parauapebas, no sudeste do Pará, às segundas, quintas-feiras e sábados. Às terças, sextas-feiras e aos domingos, realiza o percurso de volta. Só não há viagem na quarta-feira, quando é realizada a manutenção dos carros e locomotivas.

As passagens custam entre R$ 8 e R$ 130, sendo diferenciadas de acordo com o trecho a ser percorrido pelo passageiro e com a classe na qual ele deseja viajar, econômica ou executiva. De São Luís para Parauapebas, na classe executiva é cobrado o valor de R$ 130 e na econômica custa R$ 75; de São Luís para Açailândia, a classe executiva custa R$ 76 e a econômica R$ 42.

Pela internet ou pelo Alô Ferrovias (0800-285-7000), o passageiro obtém os horários de chegada e partida do trem, bem como os preços das passagens, dicas de viagem, mapa da ferrovia, locais de compra de bilhetes, entre outras informações.

Seny Lima da Redação do Portal Canaã com informações ASSECOM-VALE



 

 

Já sabe quem são os candidatos do seu estado pra eleições 2022?

AC AL  AM  AP  BA  BRASIL  CE  DF  ES  GO  MA  MG  MS  MT  PA  PB  PE  PI  PR  RJ  RN  RO  RR  RS  SC  SE  SP  TO 

Deixe uma resposta

Ofertas