Prefeitura de Parauapebas gasta R$1,4 milhões com Segurança Patrimonial em 2 meses

A Prefeitura alega não ter condições financeiras de empossar os 142 concursados para compor a Guarda Municipal, mas mantêm contratos com empresas de Segurança Patrimonial.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
A Prefeitura Municipal de Parauapebas realizou o  Concurso Público nº 01/2014, para o preenchimento de vagas para o cargo de Guarda Municipal. O Concurso foi homologado no dia 9 de Dezembro de 2015 e publicado no Diário Oficial do Pará. Foram ofertadas 150 vagas, 142 candidatos foram aprovados, sendo 106 homens e 36 mulheres, mas até hoje os candidatos/concursados brigam pela Posse e o Poder Público diz não ter condições.
O Fato é. A Prefeitura hoje paga caro por contratos de Segurança Patrimonial que seriam naturalmente supridas pelos concursados, Guardas Municipais. O Portal Canaã fez algumas consulta aos dados oficiais para averiguar de perto as controvérsias referente ao caso.

O município, em apenas 3 meses, já tem gastado com empresas terceirizadas para manterem a seguranças em algumas repartições públicas cerca de  R$1.405.261,98. Foram vários empenhos realizados e ainda abertos, veja abaixo.

Custo com Seguranças em Parauapebas
Fonte: Portal da Transparência
Concursados
Os aprovados passaram por cursos de formação  durante o ano de 2015 após fazerem as provas  em 15 de junho de 2014 em receberem os resultado de aprovados em 27 de junho de 2014.
Em 2016 (23/03), o governo municipal nomeou apenas 50 candidatos, alegando que não tem disponibilidade orçamentária para empossar todos, ficando 92 concursados sem posse. Há muito tempo os concursados fazem protestos pelas ruas e repartições do município.
Concursados Protestam da Câmara Municipal
Equipe de Redação do Portal Canaã com Informações do Portal da Transparência e Fundação CETAP
Veja também:  Parauapebas fará testes rápidos em todas as UBS e disponibilizará kit medicação contra a Covid-19

Deixe uma resposta

+ Sobre

Coronavírus

Ultimas notícias