Volume exportado de minério de ferro cresce 5,7% no primeiro semestre

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

As exportações de minério de ferro aumentaram 5,7% nos seis primeiros meses do ano na comparação com o primeiro semestre de 2015, passando de 167,8 milhões para 177,3 milhões de toneladas. Os dados são do sistema Aliceweb, da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

O preço médio do minério de ferro exportado foi mais baixo nos seis primeiros meses. Em 2016, foram US$ 31,09 por tonelada contra US$ 42,89 por tonelada, em 2015, uma queda de 27,5% em dólar.

O Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís (MA), foi o principal porto de exportação, com 68,5 milhões de toneladas movimentadas, volume 22,5% acima do mesmo período no ano passado. Em seguida vem o Porto de Sepetiba, no Estado do Rio de Janeiro, que movimentou 52 milhões de toneladas, volume 14,4% superior ao primeiro semestre de 2015.

Em terceiro lugar, vem o Porto de Vitória, que tem, entre outros, o Complexo Portuário de Tubarão e Porto de Ubu, operados respectivamente, pela Vale e pela Samarco Mineração. Desses portos foram exportadas 48 milhões de toneladas de minério de ferro de janeiro a junho deste ano. Esse volume ficou 28% abaixo do volume exportado no mesmo período em 2015, resultado da ausência de exportações no porto da Samarco.

Na região do porto de Macaé (RJ), onde fica o Porto do Açu, ponto final do mineroduto da Anglo American, foram exportados 3,65 milhões de toneladas de minério, volume 46% maior do que aquele registrado em 2015. O porto de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, onde há operações da Vale, anotou a exportação de 1,87 milhão de toneladas, volume 60% abaixo daquele registrado no primeiro semestre de 2015.

O porto de Santana, por onde era exportada a produção da Zamin Amapá, e o de Aratu, na Bahia, não registraram exportação alguma. (NMB)

Deixe uma resposta

Leia mais