PF volta à Parauapebas e apreende pessoas ligadas a Secretaria de Educação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Polícia Federal volta à Parauapebas para operação e apreensão de pessoas ligadas em fraudes na Secretaria de Educação. A Prefeitura Municipal foi interditada nesta manhã (18/08).

Dentre os presos e conduzidos à Marabá está o ex-secretário da pasta, o então Shirlean Rodrigues e a atual secretária de educação, Juliana Santos e membro da Comissão de Licitação da Prefeitura.

A secretaria Juliana Santos é denunciada por compras ilícitas de livros para a rede pública municipal de educação, além de beneficiar empresas ligadas ao vereador Major da Mactra (PSDB), de Parauapebas.

Major da Mactra é vereador negociador (dono) da pasta de Educação, em outro momento ficou famoso nacionalmente pelo jargão ” Estou cagando e andando” dito em plenária.

Os Policiais Federais estão munidos de 20 mandados. São sete para prisão preventiva,nove de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva.

 

Em Canaã

A operação da PF também chegou em Canaã dos Carajás, a empresa PAVINORTE estraria envolvida em prestações de serviços de transporte ao município superfaturados. A empresa passou por busca e apreensão em sua sede, informações indicam que o proprietário da empresa o empresário, Valdemar Da Pavinorte, tenha sido preso/detido.

Redação Portal Canaã

 

Deixe uma resposta

Leia mais