Iniciativa na recuperação de cobre e ouro melhora a eficiência no Salobo

Produzir concentrado de cobre com mais eficiência e qualidade. Esse tem sido um dos desafios permanentes da operação na Mina do Salobo. Para alcançar esse objetivo, um dos passos era determinar as melhores condições para o processamento de cada tipo de elemento presente no minério. Estudos conduzidos pelas equipes de Geometalurgia, Operação, Manutenção, Processo e do Centro de Desenvolvimento Mineral (CDM)chegaram a soluções que têm contribuído para a sustentabilidade do negócio.

Os empregados desenvolveram estudos que melhoraram a estabilização do processo produtivo, gerando ganhos no aproveitamento do minério que alimenta a Usina. O trabalho tinha como foco o desenvolvimento de novos reagentes, a mobilidade e a flotação do minério, a otimização do peneiramento, melhorias nos processos de operação e manutenção e o treinamento das equipes. O desafio era alcançar a performance de 87% de recuperação de cobre e 66% de ouro, percentuais previstos na fase de concepção do projeto de engenharia do Salobo.

Depois dos estudos e testes, o resultado é positivo. De agosto a dezembro do ano passado, a recuperação de cobre e ouro ultrapassou os percentuais previstos gerando um ganho de produção de 547 toneladas de cobre e 134 quilos de ouro, o que contribui diretamente para uma performance mais eficiente do processo de beneficiamento do minério.

 

Redação do Portal Canaã com informações da Vale

Deixe uma resposta