Após prorrogação municípios terão novos prazos para erradicar lixões

Grande parte dos município do Sul e Sudeste do Pará, em especial Parauapebas e Canaã dos Carajás, ainda sofrem por não terem um destino final e sustentável para o lixo. Mesmo com a aprovação de uma lei em 2010, a Política Nacional de Resíduos Sólido, muitos municípios não foram capazes de desenvolver um plano de gestão e por em prática o que foi definido, que era a erradicação dos lixões nos 4 anos subsequentes. Em 2014 no fim do prazo, poucos municípios conseguiram seguir a risca o que estabelecia a lei, totalizando em média 40% dos municípios, no qual, os município paraense estão quase que integral incluídos na porcentagem.

Após o fim dos prazo, em Agosto de  2014, muito se tentou à prorrogação porém apenas agora (1 de Julho de 2015) conseguiram a prorrogação de forma escalonada, vejamos: Capitais e municípios integrantes de regiões metropolitanas (RM) ou de regiões integradas de desenvolvimento (RIDE) têm até 31 de julho de 2018 para acabar com as atividades do lixão; municípios com população superior a 100 mil habitantes até 31 de julho de 2019; municípios com população entre 50 mil e 100 mil habitantes até 31 de julho de 2020; e municípios com população inferior a 50 mil habitantes até 31 de julho de 2021.

 

Redação do Portal Canaã 

 

 

 

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta