Sem Foice e Martelo, PCdoB faz campanha com tom verde do Partido Comunista do Brasil

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Reprodução
Reprodução

Em nova campanha, sem a identidade comunista, o PCdoB (Partido Comunista do Brasil), decidiu “mudar” suas cores para as eleições de 2020. O partido de esquerda, de número 65 nas urnas, trocou o habitual vermelho pelo verde e amarelo, cores da bandeira do Brasil.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, que faz parde de uma dos vídeos, anunciou que participará da agenda de atividades em todo país e acrescenta que o Movimento 65 possibilitará um debate amplo e ações concretas. “Queremos construir um espaço para discutir a boa política, bons rumos para o país e possibilitar a candidatura de pessoas progressistas às prefeituras e câmaras municipais”.

A iniciativa, no entanto, foi criticada por figuras proeminentes da direita. Em suas redes sociais, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) denunciou a tentativa da sigla de esconder sua identidade comunista.

Assisa os vídeos da Campanha:

Veja também:  Candidatos a Prefeito de Joselândia (MA) - Eleições 2020 no Maranhão

Deixe uma resposta

+ Sobre