Polícias Civil e Militar prendem associação criminosa que planejava assaltos em Itaituba – Portal Canaã

Polícias Civil e Militar prendem associação criminosa que planejava assaltos em Itaituba

As Polícias Civil e Militar desencadearam, neste sábado (16), a Operação denominada Manager para cumprir mandados de busca e apreensão decretados pela Justiça em decorrência de investigação que visa desarticular uma associação envolvida em assaltos na cidade de Itaituba, sudoeste paraense. Acusados de participar do grupo criminoso foram presos na operação coordenada pela Superintendência Regional do Tapajós e da 19a Seccional de Itaituba, sob a coordenação do delegado Vicente Gomes, superintendente regional do Tapajós. Os alvos da operação foram Djalminha, Pablo, Renato, Gordo do Macapá e Félix, indivíduos suspeitos de estarem se associando para realizar assaltos com uso de arma de fogo na cidade. Por volta de 6 horas, os policiais iniciaram o cumprimento dos mandados.

Na casa de Renato Gama Lima, uma pistola calibre 380 com duas munições foi apreendida. Já na casa de Gabriel Ferreira Pinto, de apelido “Gordo do Macapá”, e Félix Matheus Pinto Correia foram encontrados um revólver calibre 38 com seis munições e diversos objetos supostamente roubados ou furtados. Nas residências de Djalma Neves Sousa Júnior e Paulo David Ribeiro Sousa foram encontrados uma motocicleta Broz da cor preta que era utilizada para praticar os assaltos nas ruas, um veículo Honda Civic aparentemente adulterado e diversos materiais também de origem não comprovada.

Um dos presos, Waldeir Porto Costa, de apelido Índio, fazia parte da associação criminosa e foi preso em flagrante quando realizava a travessia da balsa que atravessa da localidade de Miritituba para a cidade de itaituba. Após a condução dos investigados para a Seccional, foi verificado que Gabriel Ferreira Pinto e Felix Matheus Pinto Correia são foragidos da Justiça. Assim, os policiais deram cumprimento aos mandados de recaptura. Waldeir Porto Costa estava em situação de prisão domiciliar.

COMENTAR VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.