Operação ‘Ragnarok’ prende oito pessoas por tráfico de drogas em Ananindeua

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Cerca de 100 agentes de Segurança Pública, entre policiais civis, militares, guardas municipais, com apoio do Grupamento Aéreo (Graesp) e da Força Nacional, deflagraram, no início da manhã desta terça-feira (14), a operação denominada Ragnarok, para combater crimes, como o tráfico de drogas, praticados por grupos criminosos, na área do conjunto Eduardo Angelim, no distrito de Icoaraci, em Belém. Até o momento, oito pessoas – entre elas três mulheres – foram presas em flagrante por tráfico de drogas. Os presos estão sendo conduzidos para a Delegacia Geral, onde serão realizados os procedimentos de prisão em flagrante.

Sob coordenação da Diretoria de Polícia Metropolitana (DPM), da Polícia Civil, a operação conta com equipes do Núcleo de Inteligência Policial (NIP), Divisão de Homicídios, do Comando de Operações Especiais (CME) e um helicóptero do Graesp. Os delegados Marco Antonio Duarte, titular da DPM, e Flavia Leal, diretora da Seccional de Icoaraci, estão à frente da operação.

O nome da operação é uma referência à mitologia nórdica e em português significa o Martelo dos Deuses.

Por Walrimar Santos

Deixe uma resposta

+ Sobre

Coronavírus

Ultimas notícias