Mulher acusa cunhado de agressão para livrar marido da prisão, em Canaã dos Carajás

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em um condomínio localizado na Rua Pe. Vicente no Bairro Jardim América em Canaã dos Carajás, residem dois casais, Tatiane de Santos de 20 anos, que é casada com Mateus Marinho, 19, e Thalia de Santos, 20, que é irmã de Tatiane e casada com Maciel Santos, 22.

Ocorre que, por volta das 21h deste domingo, após uma bebedeira, Tatiane iniciou, por motivos não declarados, uma discussão com o cunhado Maciel. A coisa ficou séria e Maciel decidiu se trancar dentro do quarto enquanto a cunhada tentava entrar de qualquer jeito para continuar a confusão.

Mateus, marido de Tatiane, tentou apaziguar a situação uma vez que a esposa que estava descontrolada. Mas ele só conseguiu piorar ainda mais e iniciou-se uma série de agressões por parte dos dois.

Minutos depois, Tatiane acionou uma guarnição da Polícia Militar que lá chegando, deu voz de prisão ao Maciel, porque, segundo depoimento da suposta vítima, a Tatiane, era ele que a havia agredido. Maciel foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil.

No entanto, em seu depoimento, Thalia, irmã de Tatiane e esposa de Maciel, disse à polícia que o verdadeiro autor das agressões era seu cunhado, o Mateus e não o seu marido e que o mesmo havia sido preso injustamente.
E foi com base nos depoimentos de testemunhas que a polícia concluiu que Tatiane havia mentido acerca do autor das agressões para livrar o marido da prisão.

Já se aproximava da madrugada quando o Maciel foi solto e Mateus Marinho foi parar atrás das grades após ser autuado na Lei Maria da Penha, enquanto Tatiane vai responder a um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por falsa comunicação de crime.

Na manhã desta segunda-feira, 9, Tatiane estava na delegacia para tentar tirar o companheiro da prisão, mas não teve sucesso.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta