Vale retoma operação em trecho da Estrada de Ferro Carajás


A mineradora Vale retornou as operações no ramal ferroviário da Estrada de Ferro Carajás (EFC) por volta das 7h desta sexta-feira (13). Com a recuperação, a operação ferroviária está normalizada em toda a sua extensão.

Este trecho da ferrovia estava paralisado devido o descarrilamento com tombamento de uma locomotiva e 26 vagões vazios no ramal ferroviário da Estrada de Ferro Carajás (EFC), em Parauapebas (PA), na madrugada da última  segunda-feira (9).

A Estrada de Ferro Carajás tem 892 quilômetros de extensão, ligando a maior mina de minério de ferro a céu aberto do mundo, em Carajás, no município de Parauapebas, ao Porto de Ponta da Madeira, em São Luís (MA). Por seus trilhos, são transportados 120 milhões de toneladas de carga e 350 mil passageiros por ano. Circulam cerca de 35 composições simultaneamente, entre os quais um dos maiores trens de carga em operação regular do mundo, com 330 vagões e 3,3 quilômetros de extensão.

Inaugurada em 1985, a Estrada de Ferro Carajás não é só grande: ela também lidera o ranking das ferrovias mais eficientes do Brasil graças ao constante investimento em tecnologia.

COMENTE VIA FACEBOOK

Relacionados:

Sem opiniões

Escreva abaixo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *