Valor de pacote de ajuda da Vale a fornecedores chegará a quase R$ 1 bilhão em um mês

Empresa já antecipou pagamentos a pequenas e médias empresas no valor de R$ 521 milhões nas últimas duas semanas; restante será pago até final de abril
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
vale_toten

A Vale já antecipou R$ 521 milhões em pagamentos a pequenas e médias empresas desde o início da crise provocada pela epidemia de Covid-19. A estimativa da empresa é injetar mais R$ 411 milhões na economia brasileira em antecipações de pagamentos até o final de abril, totalizando R$ 932 milhões para ajudar aproximadamente 3 mil fornecedores de todo o país a enfrentarem este momento. 

Conforme anunciou no final de março, a Vale adiantou no último dia 25/3, antes mesmo do vencimento das faturas, os pagamentos às pequenas e médias empresas por serviços já realizados e materiais entregues. Esse valor, inicialmente estimado em R$ 160 milhões, acabou alcançando R$ 171 milhões.

Em abril, a Vale está reduzindo em até 85% o prazo de pagamento por serviços realizados e materiais entregues. Com essa ação já foram liberados para pagamento R$ 350 milhões até o momento. 

No total, o pacote para fornecedores beneficiou 1.694 pequenas e médias empresas nas últimas duas semanas. Na soma das duas ações, elas receberam R$ 521 milhões. 

A última parcela da antecipação está prevista para o final de abril, quando se chegará ao valor total estimado de R$ 932 milhões, que reforçará o caixa das pequenas e médias empresas do país.

Veja também:  Pará deve registrar mais de 9,2 mil novos casos de câncer em 2020

O objetivo da Vale com esta iniciativa é usar sua presença na base da cadeia produtiva e capacidade de mobilização para ajudar os fornecedores a enfrentar os impactos da pandemia, sempre primando pela saúde e segurança das pessoas.

Deixe uma resposta

+ Sobre