Unifesspa vai ofertar curso de especialização e de extensão em Educação Escolar Indígena

Unifesspa Marabá

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) celebrou na manhã da última segunda-feira (14) o Acordo de Cooperação Técnica nº.12/2019 com a prefeitura de Novo Repartimento, distante de Marabá cerca de 190 km.

O Acordo visa a realização de formação em níveis de pós-graduação lato sensu e de curso de extensão específica para professores que atuam diretamente na educação escolar Awaete-Parakanã e equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação de Novo Repartimento.

Os objetivos dessas ações consistem em possibilitar aos profissionais que atuam na educação escolar Awaete-Parakanã do município processos de reflexão sobre as dimensões históricas, político-epistemológicas e teórico-metodológicas necessárias à construção de um projeto de Educação Escolar Intercultural e Bilíngue que atenda aos anseios e atuais desafios enfrentados pelo povo Awaete-Parakanã, atendendo assim, a demandas apresentadas pela comunidade indígena e gestores da educação no município de Novo Repartimento ainda na Conferência Municipal de Educação, realizada em 2017.

O Acordo de Cooperação Técnica terá vigência de 12 meses e as turmas terão início em janeiro de 2020 em que cerca de 60 professores serão beneficiados. O curso terá a coordenação da Profa. Dra. Maria Cristina de Macedo, da Faculdade de Educação do Campo (FeCampo) da Unifesspa.

A Unifesspa vai disponibilizar o corpo docente para a realização dos três módulos de formação presencial e orientação dos Trabalhos de Conclusão de Curso; além de um coordenador e um técnico administrativo para planejar ações pedagógicas e administrativas necessárias ao diálogo interinstitucional e realização de todas as etapas formativas do curso de Extensão Universitária e curso de Pós-Graduação latu sensu – especialização em “Docência e Gestão em Educação Escolar Indígena. A universidade vai emitir certificados de curso de Extensão Universitária e curso de pós-graduação latu sensu – especialização em Docência e Gestão em Educação Escolar Indígena.

Veja também:  Programação do Réveillon 2020 de Belém (PA); Virada do ano em Belém

Já a prefeitura de Novo Repartimento terá a responsabilidade pelo deslocamento dos docentes da Unifesspa no percurso Marabá – TI Parakanã – Marabá para garantir a realização dos 03 módulos de formação presencial; realizar o deslocamento dos cursistas no percurso TI Parakanã – Marabá – TI Parakanã para garantir a realização de um (01) atividade curricular de formação presencial na Unifesspa, campus de Marabá; fornecer alimentação e alojamento aos cursistas e docentes durante todas as etapas de formação presencial; fornecer transporte e alimentação para docentes e cursistas para realização de 01 viagem de campo e intercâmbio com outras escolas indígenas da região sudeste do Estado do Pará; além de disponibilizar materiais didático-pedagógicos para a realização das atividades dos Módulos de formação presencial.

“Os Povos Indígenas têm direito a uma educação escolar específica, diferenciada, intercultural, bilíngue e comunitária, conforme define a legislação nacional que fundamenta a Educação Escolar Indígena e a Unifesspa vai nos ajudar nessa tarefa tão importante em Novo Repartimento”, disse a secretária de Educação Profa. Wanilza Santos.

“É muito importante consolidarmos nossas políticas afirmativas para ingresso e permanência de estudantes indígenas na Unifesspa. A presença indígena no ensino superior oferece possibilidades de autorreflexão sobre as práticas pedagógicas da universidade e seu papel social nessa região. A permanência dos estudantes indígenas é um grande desafio para Unifesspa, mas com ações como essa celebradas hoje entre a Unifesspa e a prefeitura de Novo Repartimento verificamos que é possível e que juntos podemos transformar a realidade da educação escolar indígena na região sul e sudeste do Pará”, disse o reitor.

Veja também:  Projeto do Governo do Pará busca impulsionar geração de emprego e renda nos municípios

O prefeito de Novo Repartimento Deusivaldo Pimentel (Amizade) disse que desde a I Conferência Local de Educação Escolar Indígena de 2017, foi apresentado em documento os anseios da Educação que a Comunidade Parakanã deseja para seus filhos, jovens e adultos e que está cumprindo a sua responsabilidade através dessa parceria importante com a Unifesspa.

Para acessar o Acordo de Cooperação Técnica nº.12/2019 e saber mais informações clique em: https://bit.ly/32mStAd.

Mesa de autoridades: Estiveram presentes na reunião o prefeito de Novo Repartimento Deusivaldo Pimentel (Amizade), a secretária de Educação – Profa. Wanilza Santos, vereador Genival Pereira Matos, coordenador do Núcleo de Ações Afirmativas e Equidade (Nuade) Prof. Dr. Jerônimo Silva, vice-reitora Idelma Santiago e o reitor da Unifesspa Prof. Dr. Maurílio de Abreu Monteiro.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta