Produção de minério de ferro do Pará aumenta 14%

A produção de minério de ferro no Estado do Pará cresceu de 129,5 milhões de toneladas, em 2015, para 147,8 milhões de toneladas no ano passado, registrando uma alta de 14,1%. A informação é do Departamento Nacional de Produção Mineral do Pará (DNPM-PA) e foi divulgada hoje (26) pelo governo.

De acordo com os dados do DNPM, além do minério de ferro, outros minérios também registraram alta na produção em 2016. O cobre, por exemplo, registrou uma alta de 50,6% na produção, totalizando 802 mil toneladas do metal em 2016, enquanto em 2015 foram produzidas 533 mil toneladas.

Já o minério de manganês registrou uma produção estável entre 2015 e 2016. A produção de 1,97 milhão de toneladas representa uma alta no ano passado de 0,6% em comparação com o ano anterior, quando foram produzidas 1,96 milhão.
Apesar de o desempenho superior desses minerais, bauxita, calcário, caulim, níquel e ouro ficaram abaixo do rendimento em 2015. A maior baixa percentual na produção foi na de ouro, de 5,8 mil quilos em 2015, para 2,4 mil quilos no ano passado, queda de 58,7% na produção.

Em relação à comercialização de bens minerais no Estado, foi registrado um pequeno aumento no volume de 2015 para 2016. O minério que apresentou um maior crescimento quanto ao volume comercializado foi o ferro, com 17,2%, enquanto que o níquel foi o bem que obteve a maior queda nesse aspecto, com 33,1% abaixo do ano anterior.

Assim como no volume comercializado, ocorreu um crescimento no valor da comercialização dos bens minerais no Pará, passando de R$ 23 bilhões, em 2015, para R$ 24,9 bilhões no ano passado. O manganês apresentou o maior crescimento nesse segmento, aumentando 23,3% de um ano para o outro. A maior queda foi proporcionada pelo calcário, com 34,4% a menos do que em 2015.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta