Projeto de expansão da Vale proporciona formação profissional em Parauapebas

PPMT forma primeiras turmas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Foto: Divulgação / Vale
Foto: Divulgação / Vale

“Hoje eu dei um importante passo. Eu não tinha uma profissão e agora, a partir, desse curso eu tenho. E pretendendo seguir atuando como mecânica de máquinas industriais e me aperfeiçoando”. A fala vitoriosa é de Roseane de Assis, moradora da Vila Sansão. Ela é uma das concluintes da turma de Manutenção de Máquinas Industriais do Programa de Preparação para o Mercado de Trabalho, do Projeto Salobo III, que certificou as três primeira turmas de oito que serão realizadas.

A certificação para os cursos de Mecânico de Manutenção Industrial, Operador de Retroescavadeira e Eletricista de Manutenção Industrial reuniu poder público municipal, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), lideranças comunitárias da  Vila Paulo Fonteles, APA do Igarapé Gelado e Vila Sanção, além de familiares dos formandos e representantes da Vale.

O gerente de Construção Civil do Salobo III, Augusto Crispim, destacou a importância daquele momento para os formandos. “Nós da Vale acreditamos que o maior investimento, a melhor contribuição que podemos fazer para os territórios e áreas nas quais estamos inseridos, é valorizar as pessoas. E este momento é reflexo disso. E para vocês, formandos, o nosso parabéns pelo esforço, por acreditar que seria possível. Hoje vocês dão o primeiro passo rumo ao futuro de vocês!”, comemorou.

Veja também:  Sine de Parauapebas tem mais de 60 vagas nesta Quinta-feira (19/03/2020)

Para o presidente da Associação de Moradores da Vila Paulo Fonteles, Josemar Primo Rodrigues, a parceria entre a Vale e as comunidades é muito importante. “Esse é o resultado de muita conversa. Nós sempre orientamos nossos jovens a investirem em qualificação, avaliamos que é muito importante. E hoje a gente vê a realização de um sonho, principalmente pela dificuldade que é trazer para a zona rural, uma escola técnica como o Senai. Eles concluíram o curso e nós esperamos a inserção deles no mercado de trabalho”.

O diretor do SENAI, Carlos Felipe Sassin Francês, ressaltou que a formação é para o mundo do trabalho. “A iniciativa é da Vale e nós estamos preparando estes jovens para o mundo do trabalho. No Senai, nós buscamos oportunizar que estes jovens vivenciem o que a indústria pode trazer de contribuição para a região, onde temos mais de 200 indústrias cadastradas. São muitas as oportunidades para estes jovens que estão se formando e estão na busca do seu primeiro emprego ou estão buscando uma nova profissão.

Sobre o PPMT

A iniciativa da Vale é realizada em parceria com o Senai. Atualmente o programa está com cinco turmas. Cerca de 80 pessoas seguem na fase prática dos cursos de Operador de Retroescavadeira (Vila Sanção); Mecânica Industrial (APA do Gelado) e Solda, Manutenção Elétrica e Manutenção Mecânica (Vila Paulo Fonteles). A ação é realizada também em cumprimento ao licenciamento ambiental orientado pelo Ibama.

Veja também:  Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Carajás terá serviço alterado

Sobre Salobo III

O Projeto Salobo III consiste na construção de uma nova usina de beneficiamento na operação da Salobo Metais, maior operação de cobre da Vale, localizada no município de Marabá. Com isso, o projeto pretende aumentar de 24 milhões de toneladas por ano (Mtpa) para 36 Mtpa de minério de cobre beneficiado. Orçado em US$ 1,1 bilhão com start up previsto para 2022, o projeto vai favorecer a manutenção da alta competitividade brasileira no mercado de cobre e contribuir para o desenvolvimento local.

Deixe uma resposta

+ Sobre