Instituto Acqua traz para o Hospital de Campanha de Parauapebas experiência de 21 anos

Presente em quatro estados do País, instituição administra mais de mil leitos, conta com 8 mil funcionários e 15 unidades de saúde
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Foto: Divulgação / Instituto Acqua
O Instituto Acqua, organização social que assume a gestão do Hospital de Campanha de Parauapebas (PA) – construído pela Vale em parceria com a Prefeitura, mantém atuação em quatro estados do País, 9 municípios e está à frente de complexos hospitalares que são referências em diversas áreas, incluindo casos de Covid-19. Com 8 mil funcionários, a instituição é reconhecida pelos gestores públicos por atuar em 14 unidades de saúde (com o Hospital de Campanha será a 15ª unidade) e gerenciar mais de mil leitos.
Em cinco cidades maranhenses, com gestão de cinco maternidades (que somatizam a maior rede materno-infantil estadual), um centro odontológico, um centro de referência em neurodesenvolvimento, cinco hospitais e uma casa de apoio a crianças com microcefalia, o Acqua acaba de completar cinco anos no Maranhão. A gerência realizada no estado é uma das experiências mais emblemáticas na história do Instituto ao longo de seus 21 anos.
Na Capital maranhense, o Instituto administra um dos principais complexos hospitalares do estado, o Hospital de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira. Do mesmo modo, o Acqua também é responsável por gerenciar a principal rede de cuidados especializados para crianças com problemas de neurodesenvolvimento no Maranhão. O Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar), instalado no Complexo Materno-Infantil Dr. Juvêncio Mattos, em São Luís, implementa política de humanização no atendimento e reabilitação de crianças com síndromes raras. Por meio da Casa de Apoio Ninar, articulação do Centro Ninar, equipe multiprofissional do Instituto qualifica os familiares das crianças para saber lidar com as necessidades de seus filhos. O espaço é referência para 50 cidades maranhenses e se tornou modelo de inclusão.
A boa impressão e o resultado do trabalho realizado pelo Acqua no Maranhão conferiram à instituição experiência em projetos de saúde. Os estados da Paraíba e Mato Grosso do Sul também receberam serviços do Instituto. Em dezembro de 2018, o Acqua inaugurou junto à Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba um Centro Especializado em Reabilitação do Tipo IV na cidade de Sousa, a mais de 400 km da Capital. Em seguida, três Unidades de Pronto Atendimento do estado também passaram a ser administradas pelo Instituto: em Guarabira, Princesa Isabel e Santa Rita. Capacitações de profissionais, investimentos e plano de metas foram os primeiros passos implantados pelo Acqua nas unidades paraibanas até o final dos contratos.
O Instituto assumiu o Hospital Regional de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, há um ano. A gestão reativou leitos de UTI, ampliou a oferta de exames, apresentou novos procedimentos cirúrgicos e reforçou o atendimento humanizado. Em Dourados, no mesmo estado, o Acqua passou a gerenciar o Hospital Regional de Cirurgias.
“Para nós é motivo de orgulho chegar a Parauapebas. Sabemos da grande responsabilidade, mas acreditamos que a determinação e conhecimento de nossos profissionais, o suporte da Prefeitura e de toda equipe do Albert Einstein farão a diferença no combate ao coronavírus. Integrar essa história é mais do que trabalho, se trata de transformação”, afirma Samir Siviero, diretor-presidente do Acqua.
A Saúde de Parauapebas também conta com serviços técnicos de suporte do Hospital Albert Einstein. Consultores orientam medidas de enfrentamento à Covid-19 no município. O Einstein, que oferta experiência e prática de outras regiões, apoia a cidade na definição da estratégia organizacional para a otimização dos serviços ofertados nas unidades de saúde, incluindo o hospital de campanha, e seu funcionamento dentro de uma rede de serviços à população.
  Candidatos a vereador(a) do PRTB em Parauapebas - Eleições 2020 no Pará

Deixe uma resposta

Leia mais