Em Parauapebas, profissionais da educação da rede pública e privada recebem primeira dose de vacina contra a Covid-19 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Parauapebas Foto: Seny Lima

2.478 profissionais da educação da rede pública e privada, com faixa etária de 18 a 59 anos, receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, neste domingo (13), em Parauapebas.

A primeira dose foi aplicada em todos os trabalhadores da rede pública de ensino e também da rede privada, incluindo professores, merendeiras, porteiros, pessoal administrativo e todos os demais trabalhadores da comunidade escolar.

A eficiência na vacinação e planejamento permitiu a realização deste momento tão importante, a primeira etapa da vacinação contra a Covid-19 dos profissionais da Educação. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) acredita ser uma das medidas fundamentais para garantir o retorno das aulas presenciais com segurança para alunos, professores e familiares.

A professora, Débora Rodrigues, não conteve a emoção. “É uma dose de esperança, esperança de dias melhores. Foi algo realmente muito emocionante, pois, ao priorizar a vacinação dos profissionais da Educação, que atuam no ambiente escolar, também está reduzindo algumas dificuldades, visando à plena retomada das atividades escolares presenciais”.

“A imunização dos nossos educadores já é realidade. Já vacinamos os professores da educação infantil e agora, por último, os dos ciclos iniciais, além dos profissionais administrativos. Estamos muito felizes com essa conquista, que traz esperança de dias melhores para todos”, afirma o secretário de Educação, José Leal Nunes.

“Essa etapa é resultado de um entendimento com o sindicato da educação, câmara de vereadores e nossa equipe técnica, com o objetivo de iniciar a vacinação do trabalhador da educação e nessa fase, estamos trabalhando com a equipe do ensino fundamental e do ensino especial de 19 a 59 anos. Todas as categorias do ensino fundamental e especial,” esclarece o Secretário Adjunto, Paulo Vilarinhos.

Deixe uma resposta

Leia mais