1º Natal Encantado da Amazônia em Parauapebas reuniu 150 artistas locais e emocionou milhares de pessoas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
1º Natal Encantado da Amazônia || Foto: Felipe Borges/PMP
1º Natal Encantado da Amazônia || Foto: Felipe Borges/PMP

Música, brilho e muita emoção marcaram o 1º Natal Encantado da Amazônia em Parauapebas. A Cantata Natalina e no coral dos alunos da Escola de Música Waldemar Henrique foram um espetáculo a parte. Na terça-feira, 17, centenas de famílias prestigiaram o evento que ocorreu na Praça da Prefeitura. O espetáculo vibrante reuniu 150 artistas locais.

Foram 7 meses de ensaios e muito aprendizado. Patrick Zahrack, que interpretou o Anjo da Justiça, e também foi responsável pela composição musical, texto e direção do espetáculo, estava muito satisfeito com a interação do público. “Foi um grande desafio. Tudo foi criado com muito carinho. Agradeço muito e o resultado foi esse: levamos conscientização para as pessoas. Não há Natal se a gente não cuidar do nosso planeta”, enfatiza Patrick.

A programação surpreendeu e encantou, principalmente, as pessoas que são sensíveis às causas ambientais e se deslumbram com as belezas naturais que só podem ser encontradas na Amazônia, e aqui em Parauapebas. Lilian Bruna, a Mãe do Tempo da Cantata, era só alegria: “Nossa dedicação gerou frutos. Algumas pessoas foram escolhidas para atuarem como profissionais ano que vem”.

O Coral da Escola Waldemar Henrique, que já se apresenta há 7 anos, exibiu o espetáculo “Natal Brasileiro”. “Cerca de 60 crianças e adolescentes de 8 a 18 anos e 26 componentes do instrumental da Carajazz Big Band participaram este ano. Temos enorme gratidão aos pais dos alunos que estão sempre conosco nos eventos”, destaca a professora de música, Ieda Gracia.

Veja também:  SISU 2020: Parauapebas tem mais de 260 vagas em 6 cursos

Atores e atrizes estavam radiantes com o resultado. “Foi um manifesto político contra a queimada, o armamento, as pessoas que destroem a natureza. Mostrei o quanto eles só pensam no dinheiro”, disse a atriz e comerciante, Daniele Veloso. O ator Cristian Medeiros ficou contente com o desafio. “Nunca tinha interpretado um vilão. O diretor me ajudou muito da construção do personagem. Foi a melhor coisa que fiz na minha vida”, ressalta.

O prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, também ficou encantado e destacou que o espetáculo vai virar tradição no município. “Essa noite foi maravilhosa. O Natal Encantado da Amazônia foi concebido e realizado por artistas daqui”, destacou. Cerca de 300 artesãos fabricaram a decoração de Natal da cidade também tiveram a sua arte reconhecida por todos.

Deixe uma resposta

+ Sobre