Mineradora Vale vende projeto de cobre no Pará para Avanco

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Depois de vender o projeto Vermelho, de níquel e cobalto, localizado em Canaã dos Carajás por US$ 8 milhões um outro projeto poderá ser negociado pela mineradora Vale no Pará.  A avanço divulgou nesta terça – feira (16), que concordou com os termos de um acordo de opção para adquirir 100% do projeto Pantera, que está em fase inicial de exploração. O projeto fica a 20 quilômetros da Mineração Onça Puma (MOP) em Ourilândia do Norte.

Em nota divulgada a mineradora Avanco destacou a proximidade do projeto com província mineral de Carajás. “Pantera fica perto das operações da Avanco na província mineral de Carajás, de classe mundial, e tem o potencial para acrescentar recursos e reservas significativos e um perfil de produção de longo prazo para a companhia”, disse em nota.

A Avanco pagou US$ 500 mil, não reembolsáveis, pela opção de aquisição de Pantera. Para que a opção seja exercida, a Avanco terá que fazer 14 mil metros de sondagem em dois anos, se o resultado for positivo, a mineradora australiana pagará 4 centavos de dólar por libra de cobre para a Vale, e se o cobre contido superar 400 mil toneladas esse valor sobe para 6 centavos. Em ambos os casos, está limitado a US$ 3 milhões por ano.  A mineradora estima que o valor total de aquisição deve ficar entre US$ 20 milhões e US$ 35 milhões a serem desembolsados ao longo de sete e 12 anos.

Segundo informações da Avanco, o projeto tem uma área de 9.700 hectares, cerca de 100 quilômetros quadrados, e fica a 110 quilômetros a oeste do projeto de cobre e ouro Pedra Branca, da Avanco. O empreendimento com infraestrutura próxima e apresenta resultados de sondagem com 28 metros @ 2,58% de cobre a partir de 81 metros, incluindo 10,05 metros @ 3,75% de cobre.

 

 

Os comentários estão desativados.

Leia mais