Programa Acessuas Trabalho treina jovens para busca de emprego em Marabá

Fotos: Divulgação

esta quarta-feira (15), na Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac), o CIEE – Centro de Integração Empresa-Escola – promove treinamento para cerca de 60 jovens, em duas turmas (manhã e tarde), que participaram de oficinas do Acessuas Trabalho nos meses de agosto e setembro, visando orientá-los para programas de jovem aprendiz ou de estágio.

Esses jovens que, por intermédio da Seaspac, via Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho, participaram de oficinas de autoestima, confiança/autoconfiança, tomada de decisão e criatividade, estão aprendendo como melhorar a performance e a utilizar ferramentas (online) para o acesso às vagas disponibilizadas no portal CIEE.

A coordenadora do Programa Acessuas Trabalho, Kelly Cortez, avalia a parceria com o CIEE. “É de grande importância a parceria do CIEE com o Acessuas trabalho, para que possamos tirar esses jovens e adolescentes vulneráveis e ajudá-los a ingressar no Jovem Aprendiz, bem como a entrarem no seu primeiro estágio, visando assim uma melhoria para a população. Estamos apostando em fazer novas parcerias, assim como com  CIEE, e também para cursos, estágios, primeiro emprego para os adultos, pois nosso foco são pessoas de 14 a 59 anos de idade”, acrescenta.

Segundo a instrutora Juliana Leal, assistente social do CIEE, o objetivo do treinamento não é oferecer vagas de trabalho, mas preparar esses jovens para o acompanhamento e inscrição nas vagas que aparecerem, de acordo com a capacidade de cada um.

No caso do programa de estágio, o interessado deve ter em mente que vai agregar conhecimento ao estudo, ou seja, o estágio é um ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação e à prática de educandos, que estejam cursando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional ou de ensino médio. Enquanto para ocupar uma vaga do programa Jovem Aprendiz é preciso ter idade entre 14 e 24 anos incompletos, que estejam cursando Ensino Fundamental e Médio, já o estágio é voltado aos alunos do ensino médio, superior e técnico e observar que, além de estar estudando, é necessária uma frequência alta nas aulas. Qualquer um desses programas tem remuneração, mas somente no Jovem Aprendiz tem anotação em Carteira de Trabalho, férias e outras vantagens, com possibilidade de ser efetivado na empresa.

Por isso, antes de escolher uma vaga, cada jovem deve observar para qual oportunidade ele está mais apto e preparado, considerando idade, nível de estudo, documentação que possui, entre outros.

O treinamento desta quarta também leva em conta o que o mundo do trabalho procura no profissional. Quem pensa que apenas dominar uma tarefa é suficiente, está enganado. É muito importante ser responsável, assíduo, pontual e ter um comportamento exemplar, inclusive no modo de vestir.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta