Marabá sedia workshop de apresentação da nova política turística na região

Foto: Divulgação/PMM

a manhã desta quinta-feira, 21, a Secretaria de Estado de Turismo (SETUR), Secretaria Municipal de Turismo e respectivos conselhos dessa área, deram início ao Workshop “Desenvolvendo a Gestão Municipal do Turismo”, no auditório do Sebrae, com objetivo de apresentar o novo mapa turístico da Região de Carajás e discutir as políticas voltadas para esse setor nos municípios que compõem essa regional.

Segundo Jean Barbosa, da Gerência de Gestão de Turismo da SETUR, esse encontro é promovido nas 14 regiões turísticas do Pará, ou seja, apresentado para o Pará inteiro. No caso específico da Região de Carajás, que contempla 12 municípios, o evento busca unir as gestões municipais, aí entrando também o empresariado e outros organismos que trabalham com turismo, para discutir o material existente, ver um pouco da realidade e gestões, para que seja feito um planejamento de projetos com vista a melhorias.

Barbosa ressalta que a região deve trabalhar coletivamente para o mesmo objetivo, por isso o Estado se propõe a ajudar, demonstrando também um pouco da política federal de turismo, para que esses municípios possam estar juntos, trabalhando em projetos e ações que possam beneficiar a região.

Existem alguns critérios que os municípios devem seguir para melhorar o desempenho, inclusive buscar recurso junto ao governo federal. Em síntese, é necessário se organizar e planejar para usufruir do potencial existente, considerando que esta é uma das regiões mais importantes do estado do Pará.

Veja também:  Governo garante instalação de projeto pioneiro na verticalização de minério de ferro em Marabá

Ricardo Pugliesi, secretário de Turismo de Marabá, diz que o encontro é fundamentalmente, não especificamente para Marabá, onde o evento acontece, mas para toda a região que, a partir de agora, tem nova configuração, reduzindo de mais de 40 para 12 municípios, e também mudando a nomenclatura de Araguaia-Tocantins para Região Turística de Carajás.

A importância desses eventos com as outras prefeituras é a discussão das políticas da nossa região para estabelecer ações que possam integrar o turismo. Esse é o grande objetivo, que você tenha um programa de turismo que envolva mais de uma cidade. Hoje, neste workshop, coordenado pela SETUR, os personagens vão falar sobre as medidas que estão sendo implementadas para essa nova configuração das regiões turísticas do Estado.

O secretário também ressalta que será falado um pouco sobre a FITA (Feira Internacional de Turismo), que foi adiada deste ano para 2020, que é uma feira importante, por isso a região deve participar mais uma vez, lembrando que na última edição Marabá esteve presente. O encontro de hoje servirá ainda para que os municípios façam apresentação do seu potencial turístico.

O coordenador de Turismo de Parauapebas, Marcos Alexandre dos Santos, disse que sua apresentação, prevista para esta sexta-feira (22), se baseia no ecoturismo, mais precisamente nas rotas turísticas daquele município, destacando também o processo de reestruturação de todos os equipamentos para receber bem o turista.

Veja também:  Jovem paraense viaja de bicicleta de Marabá a São Paulo para realizar sonho

Por sua vez, Carlito Ferreira, secretário de Cultura e Turismo de São João do Araguaia, informa que este é o primeiro ano que aquele município está no cadastro do turismo do Brasil, visto que não dispunha dos requisitos mínimos para tal. Agora, a partir da regulamentação daquela secretaria junto aos órgãos afins, é possível melhorar as atividades correlatas.

Também focado no ecoturismo, Carlito Ferreira apresenta nesse workshop um vídeo sobre o potencial turístico de São João, a partir de documentário feito com apoio da TV Correio (SBT).

O workshop prossegue amanhã (22) com apresentação de seis municípios e o planejamento dos próximos passos da Região Turística de Carajás.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta