Escola em tempo integral oferta ensino diferenciado para mais de 200 alunos de Marabá

Fotos: Farias Júnior

primeira e única Escola Municipal em tempo integral na zona urbana de Marabá, está localizada na Travessa Ipê Amarelo, na Folha 25, Nova Marabá. A Escola Professor Mário Antônio Alves da Silva, oferece uma variedade de atividades, durante todo o dia, para 205 alunos distribuídos em 8 turmas do 1º ao 5º ano, com idades entre 06 a 12 anos.

A escola funciona há 3 anos, mas somente em outubro deste ano é que foi instituída, de fato, como escola de tempo integral. De acordo com a diretora da escola, Kislane da Silva Rodrigues, o que diferencia a escola das demais de ensino regular, são as disciplinas diversificadas.

A rotina começa cedo, às 7h30 da manhã e encerra às 16h. No período da manhã o ensino segue a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e após o almoço as atividades são extras curriculares.

Dentre as atividades estão: informática, inglês, dança, balé, desenho, oficinas, leitura e produção textual, esportes e Artes. Além disso, a escola trabalha o tema sustentabilidade com os pequenos. Funciona por lá, sala de leitura, laboratório de informática, auditório, quadra de esporte coberta, sala de dança, sala de descanso, dentre outros espaços.

“O aluno vai muito além da sala de aula, porque tem atividades extras. Tem a possibilidade de aprender outras coisas que ele não teria se tivesse numa escola regular. A gente vê como uma possibilidade de ajudar esses alunos, a gente tira esse menino da rua, então diminui a vulnerabilidade. É gratificante, vai melhorando com o tempo”, observa a diretora.

A escola que atende crianças da comunidade e do entorno, oferta 4 refeições diárias, desde o café da manhã até o lanche da tarde. O cardápio é diferenciado das demais escolas, devido ao almoço.  Para evitar tumulto e dispersão, as turmas se revezam na hora da refeição. Assim, enquanto algumas almoçam, outras estão em atividades.

Ao todo, a escola conta com 36 servidores. Além dos oito professores regentes, existem cinco auxiliares com formação, para acompanhar os estudantes no intervalo do almoço. A professora Simone Magno, trabalha na escola desde a inauguração, há 3 anos. Segundo ela, a escola de tempo integral dá suporte às famílias na educação das crianças e o resultado surge no desenvolvimento dos alunos.

“A criança estuda de manhã, a tarde ela tem oficinas e outras programações. É diferente o ensino-aprendizagem. Tenho alunos que percebi o desenvolvimento. Porque a gente passa mais tempo com eles, dá pra conhecê-los melhor e oferecer um melhor aprendizado”, ressalta a professora que trabalha há 6 anos no município.

A pequena Janaína Barbosa, 10 anos, está se despedindo da escola, é o ultimo ano dela. Estudante do 5º ano, a menina diz que já sente saudades da escola, porque gosta da rotina que segue há 3 anos.

“Eu gosto demais, gosto das professoras, funcionários. Eu não sabia ler direito e quando cheguei aqui nessa escola, as professoras me ajudaram a desenvolver, passaram tarefa pra casa. Eu gosto muito da informática e da Educação Física”, afirma a estudante.

O Marcos Vinícius Oliveira chegou a escola o ano passado, ele também estuda o 5º ano. Bem concentrado descreve um pouquinho da sua rotina. Mesmo ainda pequeno, já consegue diferenciar o currículo escolar.

“Estudar aqui é bom. Tem várias aulas divertidas. Eu gosto das oficinas de leitura, Artes, Educação Física e da informática. Quando eu vim pra cá, eu aprendi a ler, tenho mais atenção. As refeições são boas, gosto do pão com suco de goiaba”, comenta o aluno.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta