Helder Barbalho assina convênios para ofertar 1,2 mil vagas em cursos de nível superior 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Foto: Marco Santos / Ag. Pará

Com a assinatura de convênios, o Governo do Estado iniciou, na tarde desta terça-feira (25), a 2ª etapa do projeto Forma Pará que vai ofertar 1,2 mil novas vagas distribuídas em 20 cursos de nível superior a serem implementados em 19 municípios e dois distritos paraenses. Com cerimonial presencial e transmissão via internet, os pactos foram assinados pelo governador Helder Barbalho e representantes das instituições de ensino. A solenidade foi realizada no Palácio dos Despachos, em Belém.

O Forma Pará é uma iniciativa do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), que possibilita a união entre Governo, Instituições de Ensino Superior (IESs), Prefeituras e Associações Municipais. O programa tem como objetivo expandir a oferta de vagas dos cursos de graduação (bacharelado, licenciatura e tecnológica), nos municípios do Estado que não possuem polos das universidades ou onde não exista a oferta de determinado curs

Entre as instituições de ensino que assinaram convênio com o Governo estão a Universidade do Estado do Pará (Uepa), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e Instituto Federal do Pará (Ifpa). Com isso, em 2020, o Forma Pará alcança 30 municípios e 2 distritos no total.

O governador Helder Barbalho explica que a medida tem como objetivo interiorizar o acesso ao ensino superior considerando as características socioeconômicas da região. “A intenção é permitir o acesso ao ensino superior, qualificação de mão de obra, valorizando as vocações locais e expectativas da nossa juventude. Trabalhamos para que essa ampliação possa chegar em cada canto deste Estado”, destacou.

A 1ª fase do Forma Pará ofertou 1000 vagas em 10 turmas que iniciaram as aulas no último mês de setembro e mais 10 que começaram em janeiro, totalizando 20 turmas. A taxa de evasão das turmas iniciadas em setembro do ano passado, até o momento, é de apenas 3,64%.

“Com o lançamento de hoje, vamos ofertar mais 1,2 mil vagas em 35 municípios, totalizando assim, 2200 vagas. Esta é uma iniciativa pioneira, ambiciosa e dedicada, pois estas ofertas estão disponíveis por todo o Pará. Estamos completando um circuito que vai de um lado ao outro do Estado. É descentralização da educação e promover oportunidade para todos”, ressalta o titular da Sectet, Carlos Maneschy.

Entre os 19 municípios novos municípios que entraram para o projeto Forma Pará estão Belém, Salinópolis, Goianésia, Mocajuba, Ourém, Ulianópolis, Cachoeira do Piriá, Dom Eliseu, Marituba, Muaná, Novo Repartimento, Bom Jesus do Tocantins, Tailândia, Abel Figueiredo, Itupiranga, Piçarra, Jacundá, Ourilândia, Rurópolis e Novo Progresso. Entre os novos distritos estão Icoaraci e Mosqueiro, ambos em Belém.

Meta

A meta do Projeto é ofertar 80 turmas com uma média de 50 vagas cada, distribuídas em até 40 municípios, o que permitirá a formação de cerca 4 mil novos profissionais no período de quatro anos. Assim, o Forma Pará promove o desenvolvimento socioeconômico de diversas regiões do estado com a ampliação da mão de obra qualificada conforme as demandas dos próprios municípios.

Deixe uma resposta

Leia mais