Em Belém Liga das Escolas de Samba receberá apoio de R$ 360 mil do Estado  – Portal Canaã

Em Belém Liga das Escolas de Samba receberá apoio de R$ 360 mil do Estado 

Foto: Marco Santos / Agência Pará

Representantes das nove escolas do grupo especial de Belém foram recebidos no Palácio do Governo, na manhã desta quinta-feira (7), pelo governador Helder Barbalho e o vice-governador, Lúcio Vale. O encontro teve como objetivo anunciar o apoio efetivo do Estado para a realização do carnaval na capital paraense. Serão disponibilizados R$ 360 mil para as escolas de samba. O desfile também será transmitido ao vivo pela TV Cultura.

“Reafirmo a importância do nosso carnaval, que pode voltar a ter o protagonismo que há alguns anos já teve, sendo reconhecido até como um dos melhores carnavais do Brasil. É um desafio trabalhar para que haja um resgate desta cultura e condições que permitam com que o talento das escolas de samba do nosso Estado seja reconhecido e que referências carnavalescas voltem ao calendário cultural do Pará”, disse Helder Barbalho.

Há pouco mais de duas semanas para o desfile das escolas, o Governo do Estado, por meio de parceria com o Banco do Estado do Pará (Banpará), anunciou que irá patrocinar as escolas de samba do grupo especial. Segundo Brasilino Assunção, presidente da instituição financeira, cada agremiação do grupo especial receberá R$ 40 mil, somando o total de R$ 360 mil de recursos.

Para Tereza Hanemann, presidente da Liga das Escolas de Samba do grupo especial de Belém, estar reunido com governo é fundamental para o crescimento do carnaval. “Nós que fazemos o carnaval, a cultura, sofremos muito em nosso Estado. A gente não quer ter apoio todo ano, a gente quer ter um fomento agora para que amanhã o carnaval sobreviva. Hoje estamos precisando do apoio do Governo, estamos precisando do Helder”, pontuou, acrescentando que essa é a primeira vez que se abre uma porta desse porte, com o patrocínio do Banpará.

Estiveram presentes também na reunião, além do governador e do vice-governador; Orlando Reis, vice-prefeito de Belém; Brasilino Assunção, presidente do Banpará; ÚrsulaVidal, secretária de Estado de Cultura; Tereza Hanemann, presidente das escolas de samba do grupo especial de Belém; Hilbert Dilon, presidente da Funtelpa; Vanessa Vasconcelos, diretora da TV Cultura; e os representantes das nove escolas do grupo especial de Belém.

Transmissão

 Na ocasião, Hilbert Dilon, presidente da Funtelpa, e Vanessa Vasconcelos, diretora da TV Cultura, falaram da oportunidade que é poder voltar a colocar ao conhecimento de todos a cultura do Estado, e de valorizar o samba produzido no Pará.

Juntas, a TV e a Rádio Cultura, como veículos de comunicação públicos do Estado, detêm a maior cobertura no Pará. As emissoras farão uma grande tramissão do carnaval do grupo especial das escolas de samba de Belém. De imediato, a TV começará a exibir os informativos e a preparação do carnaval, com interprogramas. Os programas Sem Censura e Circuito, por exemplo, serão especiais. Na Rádio será divulgado o samba-enredo das escolas durante a programação.

“Queremos com a transmissão da TV e Rádio cultura, envolver toda a comunidade não só de Belém, como do estado inteiro. O carnaval da capital precisa voltar a ser um dos maiores carnavais do Brasil. Precisamos resgatar o amor pelo carnaval e temos como fazer isso”, ressaltou Hilbert Dilon.

Ações

Ainda durante a reunião, a secretária Úrsula Vidal falou do apoio ao grupo especial das escolas de samba de Belém e das ações que serão desenvolvidas com diversos órgãos.

A Secult vai realizar, antes e durante o desfile, campanhas promovendo a sustentabilidade, cidadania e responsabilidade social que envolvam cooperativas de catadores de lixo. Além disso, serão realizadas atividades de incentivo à doação de sangue, contra a violência doméstica e contra a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Por fim, a secretária falou que em 2019 será criado um prêmio para a escola campeã. “Para que esse valor seja um dia usado por essa escola na promoção da cultura, da cidadania, do esporte, da educação, dentro da agremiação que ganhar o carnaval esse ano”, finalizou.

Por William Serique

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.