Em Barcarena, reunião debate expansão de projeto que deve gerar 1.285 empregos


Expansão de Projeto em Barcarena Foto: Ascom/Semas

A Secretaria de meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) promoveu Reunião Pública, na terça feira (20), em Vila do Conde, município de Barcarena, região Tocantins. Na ocasião, foi apresentado à população o Projeto de Expansão do Terminal de Uso Privado (TUP) e o Relatório de Controle Ambiental (RCA) do empreendimento, que se encontram em análise na Semas, em processo de licenciamento ambiental para expansão das atividades do terminal. A reunião foi presidida pela secretária adjunta de Gestão e Regularidade Ambiental, da Semas, Diana Castro.

Os potenciais impactos ambientais que poderão ocorrer durante a execução das obras e na operação do empreendimento foram apresentados na reunião, assim como os programas ambientais que visam mitigar, controlar e compensar os impactos ao meio ambiente no município. As questões sociais e econômicas também foram debatidas com o público presente.

O Projeto, segundo os estudos ambientais e socioeconômicos da empresa responsável pelo projeto Hidrovias do Brasil  vai gerar 1.285 empregos na etapa de implantação e 90% dessas vagas serão ocupadas por mão de obra local.  O investimento total é de 451 milhões.

Sandro Lins, gerente de licenciamento de projetos de obras infraestruturais, da Semas, explicou que órgão ambiental do Pará recebeu o Relatório de Controle Ambiental para essa nova concepção de serviço. “A empresa já tem o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) elaborado para a concepção anterior. Antes, os serviços estavam restritos ao embarque de grãos e agora serão acrescidos de óleo de palma, gás natural e outros combustíveis e produtos químicos”, orienta. Com informações da Ascom/Semas.

COMENTAR COM FACEBOOK