Coronavírus no Pará: caso confirmado foi importado do carnaval do Rio de Janeiro

Os dados do estado do Pará, atualizados, são: 19 casos suspeitos; 1 caso confirmado em Belém.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Foto: Pixabay

A Secretaria de Saúde Pública do Estado do Pará – Sespa divulgou nesta quarta-feira (18),  a informações do primeiro caso confirmado do Covid-19 no estado. O paciente P.R.O. tem 37 anos de idade, é do sexo masculino e está em isolamento domiciliar na cidade de Belém. Seu estado de saúde é estável.

Segundo o governador, Helder Barbalho, o caso confirmado no ‘território paraense’ é específico e foi importado do Rio de Janeiro, quando o paciente esteve frequentando o carnaval da metrópole.

Helder não revelou o município de residência do paciente, apenas usou o termo ‘território paraense’.

Logo mais, o Secretário de Saúde confirmou que o paciente é morador da capital, Belém, e “chegou do Rio de Janeiro dia 2,  começou com os sintomas dia 6, logo procurando um hospital privado e foi testado e confirmado no dia de hoje(18).”

A Sespa segue o fluxo utilizado pelo Ministério da Saúde em relação a divulgação de casos suspeitos, confirmados ou descartados, mantendo seu site oficial, bem como redes sociais, atualizados com informações oficiais sobre Covid-19.

No Brasil

Em todo o País, já são 387 casos, sendo 3 casos fatais e 2 recuperados.

Orientações

Seguem abaixo as principais recomendações de medidas preventivas adotadas pelo Ministério da Saúde.

Medidas básicas de higiene, como lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las.
Além do sabão, outro produto indicado para higienizar as mãos é o álcool gel, que também serve para limpar objetos como telefones, teclados, cadeiras, maçanetas, etc.

Para a limpeza doméstica recomenda-se a utilização dos produtos usuais, dando preferência para o uso da água sanitária (em uma solução de uma parte de água sanitária para 9 partes de água) para desinfetar superfícies.
Utilizar lenço descartável para higiene nasal é outra medida de prevenção importante. Deve-se cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Também é necessário evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

Para a higienização das louças e roupas, recomenda-se a utilização de detergentes próprios para cada um dos casos.
Além disso, as máscaras faciais descartáveis devem ser utilizadas por profissionais da saúde, cuidadores de idosos, mães que estão amamentando e pessoas diagnosticadas com o coronavírus.

Produtos de higiene também devem ser comprados e armazenados como uma medida de prevenção. No caso das crianças, recomenda-se que os pais ou responsáveis adquiram fraldas e outro produtos em uma maior quantidade para que se evite aglomerações em supermercados e farmácias.

 

Deixe uma resposta

+ Sobre