Ananindeua bate recorde na redução dos homicídios no mês de fevereiro

Município apresentou queda de 76,2%, uma das maiores baixas no crime já constatadas no programa “Em Frente Brasil”
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Foto: Ascom/SEGUP

Dados do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, apresentados nesta quinta-feira (12), na Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), apontam o município de Ananindeua com a maior redução no crime de homicídio, no mês de fevereiro, entre as cidades participantes do Projeto de Enfrentamento à Criminalidade Violenta “Em Frente Brasil”. O município figura com uma queda de 76,2% no número de homicídios, uma das maiores reduções já constatadas no programa.

Os dados foram exibidos por representantes da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), vinculada ao Ministério da Justiça, que realizam visitas periódicas às cidades selecionadas para avaliação e convalidação dos resultados. Além de Ananindeua, participam do PNECV as cidades de Paulista (PE), no Nordeste; Cariacica (ES), no Sudeste; Goiânia (GO), no Centro-Oeste, e São José dos Pinhais (PR), no Sul. A escolha dos municípios foi feita por critérios do ranking da violência, Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e adesão dos governos locais ao projeto.

No Pará, a cidade de Ananindeua vem se destacando nos resultados positivos. No mês de janeiro, por exemplo, o município atingiu uma queda de 35,7% nos homicídios em relação ao mesmo período do ano passado. Em números absolutos, foram registrados 14 homicídios em janeiro de 2019 e 9 ocorrências no ano de 2020. Já no mês de fevereiro, caiu de 21 casos em 2019 para 5 neste ano, alcançando a marca de 76,2% de redução.

  Governo pagará metade do 13º salário dos servidores estaduais em outubro

No comparativo dos anos 2019 e 2020, ainda sobre o crime de homicídio, a cidade de Cariacica (ES) apresentou 53,8% de redução em janeiro e aumento de 28,6% em fevereiro; já Goiânia (GO) apresentou diminuição de 43,2% em janeiro e 43,5% em fevereiro; Paulista (PE) computou 66,7% de redução em janeiro e 50% em fevereiro; e São José do Pinhais (PR) registrou 100% de aumento em janeiro e também aumento de 0,93% no mês de fevereiro.

De acordo com o secretário Adjunto de Operações da Segup, Rômulo Rodovalho, os dados apresentados resultam de uma série de medidas postas em prática desde o início do ano passado, na Região Metropolitana.

“A partir do projeto Em Frente Brasil, pudemos também contar com a presença da Força Nacional, que tem nos ajudado a reduzir os índices de criminalidade. Além disso, foram feitas várias operações policiais tanto rotineiras quanto específicas, de repressão qualificada, para desmantelar o crime organizado no município de Ananindeua. O Terpaz no Icuí, a intervenção feita nas penitenciárias, a transferências de líderes de organizações criminosas para presídios federais, todas essas medidas contribuíram para as reduções”, avaliou o secretário adjunto.

Para o coordenador-geral de Operações Integradas da Seopi, coronel Antônio Edgard Santos de Jesus, o empenho do Pará nas ações de segurança reflete nos dados positivos que Ananindeua tem alcançado.

  Governo pagará metade do 13º salário dos servidores estaduais em outubro

“O esforço que o Estado está desenvolvendo com as ações que são realizadas pelas diversas instituições que participam do projeto Em Frente Brasil reflete na redução desses índices criminais que hoje apresentamos. Ananindeua tem quedas bastante expressivas em relação a um crime que é de grande influência para a população e para a segurança pública” – coronel Antônio Edgard Santos de Jesus, coordenador-geral de Operações Integradas da Seopi.

Deixe uma resposta

Leia mais