No Pará quase 1,4 milhões de mulheres estão no mercado de trabalho, diz Dieese

Mulheres paraenses continuam com rendimentos baixos.
Maior parte das ocupações femininas está nos setores comércio e serviços.

Na véspera da data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o Dieese/PA divulgou uma pesquisa que mostra que o número de mulheres inseridas no mercado de trabalho alcança quase 1,4 milhões no Pará. No entanto, não há muito o que comemorar, pois o rendimento das paraenses e demais mulheres da Região Norte continua baixo.

O estudo, que tem como base informações oficiais do próprio Dieese e do IBGE (PNAD/2014), revela que a maioria das ocupações femininas no estado está nos setores de comércio e serviços. E mesmo com avanços como o acesso a capacitação, os salários ainda são desiguais.

Dados
No Pará, a população total em 2014 somava 8.093.074 pessoas, destas 50,33% (4.073.544) eram homens e 49,67% (4.019.530) mulheres. Em relação à População Economicamente Ativa (PEA), a pesquisa mostra a seguinte situação: a População Economicamente Ativa em 2014 era de 3.885.252 pessoas, destas 60,22% (2.339.546) eram homens e 39,78% (1.545.706) eram mulheres. Em outras palavras, da PEA total do Estado do Pará em 2014 (cerca de 3,9 milhões de pessoas) somente a força feminina correspondeu quase 40%.

Ocupação
Segundo o Dieese, no Pará a distribuição das ocupações por tipo de atividade a situação é a seguinte: em 2014, do total de mulheres ocupadas que alcançou 1.384.170, cerca 21,87 % estavam ocupadas em atividades de comércio e reparação; cerca de 16,53 % estavam ocupadas em atividades agrícolas; em atividade ligadas a educação, saúde e serviços sociais estavam ocupadas 15,23%; em serviços domésticos eram 13,44%; na indústria estavam ocupadas 8,67%; atividades ligadas a alojamento e alimentação eram 7,09%; já outros serviços coletivos sociais e pessoais somam 6,19%; na administração pública estavam ocupadas 5,37; outras atividades 4,06; em comunicação estavam ocupadas 0,88 % e no setor da construção 0,65%.

O Dieese também analisou a situação das mulheres ocupadas quanto à posição na ocupação no trabalho principal. Em 2014, de um total de 1.384.170 mulheres ocupadas, 42,28% eram empregadas; trabalhando por tinham 23,34%; 13,44 % estavam no emprego doméstico; no trabalho para o próprio consumo estavam ocupadas 10,28%; trabalhando sem nenhum tipo de remuneração eram 9,12 % e como empregadoras estavam ocupadas 1,54%.

Renda
Com relação a renda das mulheres, os dados analisados mostram que a remuneração da mulher em toda a Região Norte é critica. Em 2014, do total de mulheres ocupadas em todo o Pará (1.384.170 mulheres) 15,12% ganham até meio salário mínimo de remuneração máxima mensal; 29,47% ganhavam de meio a um salário mínimo mensal, isto quer dizer que com ganhos até um salário mínimo mensal tinham em todo o estado quase 45% (cerca de 617 mil mulheres) ocupadas.

Com informações do G1

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta