Opinião: Diagnosticar a Cidade

Um olhar preciso diante as necessidades urgentes de Canaã dos Carajás
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Canaã dos Carajás Foto: Jorge Clésio / Portal Canaã

Coluna do Emílio

O que eu estou propondo aqui nesse espaço é um planejamento estratégico para a cidade e convenhamos, planejar algo é extremamente difícil e exige-se muito, considerarei o meu planejamento em função de uma máxima: geração de empregos na cidade, e a princípio alguns conceitos:

A primeira ação do planejamento da cidade é fazer um diagnóstico, levando em conta quatro variáveis importantes no processo:

1 – A força da cidade, ou a sua vocação, suas competências principais, aquelas que podem serem juntas, uma grande vantagem competitiva na região;

2 – A Oportunidade que se tem disponível mesmo que latente;

3 – A Fraqueza da cidade, ou seja, seus pontos fracos e suas incapacidades; e por fim

4 – os Riscos e as ameaças para a cidade.

Do ponto de vista interno da cidade, precisamos diagnosticar quais são os pontos fortes, as vocações e quais são as fraquezas que se faz urgentemente melhorar por meio de capacitação, tecnologias e inovação, e do ponto de vista externo precisamos ver quais são as oportunidades, as grandes chances que estão surgindo e quais são as ameaças e riscos que pode-se enfrentar.

Por hoje é só, como tarefa, comente aqui em baixo, quais são os pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e riscos da e para a sua cidade…faça isso agora mesmo!

Por: Emílio Dami

Deixe uma resposta

Leia mais