O Caminho da Prosperidade x O Caminho da Venezuela: Qual será sua escolha?


FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO

O que passou pela cabeça do imperador Honório quando ele vislumbrou o exército visigodo na fronteira norte de Roma? Será que naquele momento ele se deu conta de que todo império Romano estava para ruir? Será que ele compreendeu que aquele seria o fim de seu modo de vida?

Não nos enganemos queridos amigos, nessas eleições os visigodos estão em nossas fronteiras. Perder agora significa o fim de nosso modo de vida. As eleições desse ano são uma escolha simples que cada um de nós precisa fazer: o caminho da prosperidade ou o caminho da Venezuela.

Podemos seguir o caminho da prosperidade, baseado num ideário liberal na economia e conservador nos valores. Isso representa um amplo respeito aos direitos e liberdades individuais, respeito ao direito de propriedade, e proteção a vida. Esse sistema é a base de toda economia desenvolvida e rica no mundo. Esse sistema é a base dos países que mais respeitam os direitos humanos e as liberdades individuais. Não se iludam, o progressismo de alguns países europeus é amplamente baseado numa economia de mercado e respeito aos direitos fundamentais do homem (vida, propriedade e liberdade).

Podemos seguir também o caminho da Venezuela, baseado na ausência de liberdades econômicas e individuais. Lá o governo é soberano para dizer a você o que é melhor, lá o governo pode te prender e te matar sem grandes explicações. A miséria da Venezuela e de todo povo venezuelano, e de TODOS os países que seguem ou seguiram esse ideário, é evidente.

Então te pergunto: quem critica a Venezuela? Quem critica Cuba? Quem critica o Irã (onde os direitos individuais de mulheres e homossexuais é exaustivamente desrespeitado)? Te pergunto ainda: quem elogia a “democracia” venezuelana e se recusa a criticar seu ditador?

As eleições desse ano são uma escolha simples, qual caminho iremos seguir? Eu já fiz minha escolha: PT nunca mais.

COMENTAR COM FACEBOOK