Cooperativa de Reciclagem busca parcerias em Curionópolis

A Cooperativa de Produção e Reciclagem em Regime de Economia Solidaria de Curionópolis (COOPRESC), criada em novembro de 2015, busca parcerias para ampliar seu projeto.

Fundada pelo vereador Wilson Ferreira, a COOPRESC conta hoje com 21 cooperados, expandindo esse número para cem (100) quando estiver em total operação.

Cooperado da COOPRESC realizando a seleção de lixo para reciclagem

De acordo com Wilson, o objetivo principal da COOPRESC é atuar como ferramenta social e ambiental para o município, sendo que através da cooperativa, catadores de lixo, principalmente os que estão instalados no Lixão de Curionópolis, poderão trabalhar de forma digna e saudável.

Além deste, a cooperativa visa realizar a conscientização ambiental nas escolas, vilas, entre outros, a fim de receber uma participação maior de moradores e empresas envolvidas no projeto.

Wilson destaca que hoje o lixão de Curionópolis é utilizado por diversas famílias que retiram do lixo o sustento básico da casa, como é o caso da dona Maria da Paz, 65, piauiense que mudou para a região a 30 anos e que hoje é catadora, junto com a família, no Lixão de Curionópolis.

Dona Maria da Paz, 65 anos, catadora,

O objetivo da cooperativa é realizar coleta em pontos estratégicos nos bairros ou, quando solicitado, os cooperados irem coletar esse resíduo nos estabelecimentos/domicílios parceiros do projeto. Além disto, a COOPRESC também busca expandir os materiais que atualmente recicla.

Veja também:  Curionópolis: Aniversário de 40 anos da Serra Pelada terá show com o cantor Amado Batista

Hoje a COOPRESC trabalha com coleta de plásticos (no geral) e vende, em parceria com cooperativas de Xinguara e Canaã, para Goiás. Vale ressaltar que a margem de lucro da cooperativa é dividida entre os cooperados.

Dona Maria Francisca em seu barraco dentro do Lixão de Curionópolis.

Empresas/parceiros que tiverem interesse em apoiar o projeto e ajudarem o Wilson a retirar essas pessoas do lixão podem entrar em contato através do email: camilarodrigues@assogespa.com.br

Ressalta-se que a prefeitura de Curionópolis está em processo de avaliação para iniciar a implantação do Aterro Sanitário do município, ainda sendo utilizado o lixão a céu aberto.

COMENTE VIA FACEBOOK

Deixe uma resposta